16h49 - quarta, 23/04/2014

Ana Costa Freitas eleita
reitora da Universidade de Évora

Ana Costa Freitas eleita reitora da Universidade de Évora

ANa Maria Costa Freitas é a nova reitora da Universidade de Évora (UÉvora) e define como prioridades "concorrer a projectos europeus e conseguir mais financiamento" para a academia, sobretudo em áreas estratégicas para a região.
"As prioridades passam por concorrer a projectos europeus e conseguir mais financiamento para a universidade, em áreas estratégicas, principalmente as que foram definidas na Estratégia de Especialização Inteligente da região", afirma.
Ana Maria Costa Freitas, professora do departamento de Fitotecnia da UÉvora, falava à Agência Lusa após a sua eleição como reitora da academia para o quadriénio 2014-2018.
Em comunicado divulgado à academia, o Conselho Geral divulgou que, nas eleições realizadas esta quarta-feira, 23, Ana Maria Costa Freitas foi eleita como reitora, sucedendo no cargo a Carlos Braumann (que não se recandidatou).
De acordo com documentos aprovados por instituições regionais, a Estratégia de Especialização Inteligente abrange as áreas agrícola e florestal, património e cultura, recursos minerais, energias renováveis, aeronáutica, mobilidade, logística e tecnologias da informação e comunicação e economia social.
"É a especialização da Universidade de Évora nestas áreas que é necessária para o desenvolvimento e aumento da competitividade do Alentejo", realça, avançando que outra das suas prioridades passa por estabelecer uma parceria com a Universidade da Extremadura (Espanha).
A futura reitora da UÉvora reconhece que "há muito trabalho para fazer", mas adverte que esse trabalho "tem de ser feito com a participação de toda a academia".
"Todas as candidaturas [a reitor] tinham o seu valor e eu espero poder aproveitar das outras candidaturas tudo aquilo que tinham de bom", refere.
Numa informação também divulgada na sua página da Internet, a Universidade de Évora explica que a nova reitora, de 59 anos, é docente do departamento de Fitotecnia, desde o ano de 2002.
Licenciada em Agronomia pelo Instituto Superior de Agronomia (Lisboa), é doutorada em Biotecnologia Alimentar pela Universidade de Évora (1988).
Entre 2006 e 2010, Ana Maria Costa Freitas foi vice-reitora da academia alentejana, com o pelouro Académico, tendo também sido membro do Conselho Geral da instituição, de Dezembro de 2012 a Outubro de 2013.
A nova reitora ocupou igualmente o cargo de Conselheira no Gabinete de Conselheiros Políticos do Presidente da Comissão Europeia, em Bruxelas, entre 2011 e 2013.
De acordo com o calendário eleitoral, a tomada de posse da nova reitora está agendada para o dia 9 de Maio.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - sexta, 17/05/2019
Descentralização de competências:
"Estamos a dar um passo enorme"
Em entrevista ao "CA" o secretário de Estado das Autarquias Locais avalia a forma como os municípios estão a responder ao processo de descentralização de competências do Estado nas câmaras municipais, juntas de freguesia e comunidades intermunicipais.
07h00 - sexta, 17/05/2019
Campanha da CDU
no distrito de Beja
O cabeça-de-lista da CDU nas eleições Europeias de 2019, agendadas para 26 de Maio, vai estar nesta sexta-feira, 17, no distrito de Beja, passando por quatro concelhos em campanha.
11h00 - quinta, 16/05/2019
CDS faz campanha para
as Europeias em Beja
A campanha do CDS-PP para as eleições Europeias 2019, agendadas para 26 de Maio, passa nesta quinta-feira, 16, pelo distrito de Beja, com duas acções com o cabeça-de-lista Nuno Melo.
07h34 - quinta, 16/05/2019
Historiador de Beja
vai dirigir MNAA
O bejense Joaquim Caetano vai ser o novo director do Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA), em Lisboa, a partir do próximo mês de Junho, anunciou nesta semana a ministra da Cultura, Graça Fonseca.
07h00 - quinta, 16/05/2019
Ferreira do Alentejo
quer estradas reparadas
O estado de "degradação acentuada" de algumas das estradas nacionais que cruzam o concelho de Ferreira do Alentejo levou o presidente da autarquia local a solicitar, junto da empresa Infra-estruturas de Portugal (IP), as "obras adequadas" para resolver os problemas das vias mais afectadas.

Data: 17/05/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial