09h32 - sexta, 20/02/2015

Jorge Pulido Valente vai ser
vice-presidente da CCDR Alentejo

Jorge Pulido Valente vai ser vice-presidente da CCDR Alentejo

O antigo presidente da Câmara Municipal de Beja, Jorge Pulido Valente, vai assumir funções como vice-presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Alentejo a partir de 1 de Março.
Na sequência do concurso público realizado para estas funções, cujo primeiro classificado foi António Dieb (actual líder da CCDR), Jorge Pulido Valente ficou em segundo lugar e foi agora designado para o cargo por um período de cinco anos.
Presidente da Câmara de Beja entre 2009 e 2013, Pulido Valentejo foi também líder da Câmara de Mértola entre 2001 e 2008. Antes disso foi director regional do Ambiente e do Ordenamento do Território do Alentejo.


Notícias Relacionadas

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
00h00 - domingo, 24/09/2017
António Costa em almoço
de campanha em Beja
O secretário-geral do PS (e primeiro-ministro) vai estar neste domingo, 24 de Setembro, na cidade de Beja, onde participará num almoço-comício da candidatura socialista nas Autárquicas 2017.
00h00 - sábado, 23/09/2017
Voto de louvor para
Bernardo Loff Barreto
A Assembleia Municipal de Beja aprovou, por proposta da CDU, um voto de louvor ao seu actual presidente, o médico Bernardo Loff Barreto, pelo desempenho do cargo ao longo de seis mandatos.
07h00 - sexta, 22/09/2017
CDS-PP quer crescer
no distrito de Beja
Crescer é o verbo que o CDS-PP quer conjugar no próximo dia 1 de Outubro no distrito de Beja, reforçando a sua votação nas eleições Autárquicas numa região onde a direita tem grandes dificuldades e o partido muito pouca representação.
07h00 - sexta, 22/09/2017
PS de Castro Verde apresenta
comissão de apoio e programa
São cerca de 70 as pessoas de todo o concelho que integram a comissão de apoio da candidatura do PS aos órgãos municipais e de freguesia de Castro Verde.
07h00 - quinta, 21/09/2017
Bloco de Esquerda admite
"geringonças" no distrito
As Autárquicas 2017 ocorrem num momento em que o país é gerido por um governo do PS, que tem o apoio do PCP e do Bloco de Esquerda (BE) e como a "geringonça" tem funcionado a nível nacional, o coordenador do Bloco de Esquerda (BE) no distrito admite replicá-la na região.

Data: 15/09/2017
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial