00h00 - sexta, 21/04/2017

PS de Castro
acusa CDU de
"incompetência"

PS de Castro acusa CDU de "incompetência"

O PS de Castro Verde acusa a CDU de "incompetência" e de ter uma acção de "verdadeiro desleixo" na gestão da Câmara Municipal local, ao não ter aproveitado os fundos comunitários para fazer as obras de reabilitação da Estrada Municipal 508 (entre Castro Verde e Santa Bárbara de Padrões) e do Caminho Municipal 1139 (entre Santa Bárbara de Padrões e A-do-Neves).
A intervenção, avaliada em quase 1,3 milhões euros, foi recentemente adjudicada e será a Câmara Municipal a suportar o seu custo na totalidade, o que o PS de Castro Verde critica.
Em comunicado os socialistas dizem apoiar a realização das obras, mas garantem que teriam "feito muito diferente" relativamente a uma intervenção prevista nas Grandes Opções do Plano da autarquia há já 15 anos.
"Não podemos deixar de denunciar a grande incompetência da gestão da CDU, que só agora avança com as empreitadas sem ter a possibilidade de obter apoio de fundos comunitários. Porquê? Porque desperdiçou esse apoio devido à sua grande incapacidade, não apresentando atempadamente qualquer candidatura. Agora, no actual quadro Portugal 2020, não há fundos comunitários para obras de requalificação de estradas", sustenta o PS.
"Que dizer desta gestão comunista que desperdiça fundos comunitários e, depois, para fazer as obras, contrai um empréstimo bancário de 900 mil euros, endividando a Câmara Municipal", dizem ainda os socialistas, argumentando que se a autarquia tivesse recorrido a fundos comunitários "teria um financiamento de 85% e, portanto, receberia cerca de 1,1 milhões de euros da União Europeia, ficando o investimento municipal na ordem dos 195 mil euros". "A incompetência e o desleixo da CDU estão à vista de todos", acrescentam.
Tudo isto leva o PS a desafiar o presidente da Câmara, Francisco Duarte, "a explicar publicamente porque, apesar de sempre ter anunciado e prometido estas intervenções, não requalificou as estradas quando podia recorrer a financiamento de fundos comunitários e, agora, aumentou a dívida da Câmara para fazer as obras".
"Será porque estamos em ano de eleições autárquicas?", questionam os socialistas, para logo concluir: "O PS e todos os castrenses exigem uma explicação para estes erros grosseiros de gestão e planeamento, de uma equipa da CDU que está completamente desgastada e que faz uma administração errada na Câmara Municipal, prejudicando o nosso concelho".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - quinta, 14/12/2017
Sérgio Fernandes lidera Segurança Social de Beja
Sérgio Fernandes é o novo director do Centro Distrital de Beja da Segurança Social, entrando em funções nesta quinta-feira, 14 de Dezembro, e substituindo Helena Barreto, que saiu do cargo na passada semana.
07h00 - quinta, 14/12/2017
Ourique quer mais comboios
Alfa Pendular na Funcheira
O presidente da Câmara Municipal de Ourique defende a paragem de mais comboios Alfa Pendular na estação ferroviária da Funcheira.
07h00 - quinta, 14/12/2017
OP de Odemira teve
quatro vencedores
Foram quatro as propostas a vencer a edição de 2017 do "Orçamento Participativo" (OP) da Câmara de Odemira, avaliadas num total de 500 mil euros e que serão incluídas no orçamento municipal do próximo ano.
07h00 - quinta, 14/12/2017
CDU explica "caso"
da Derrama em Castro
A CDU de Castro Verde garante não ter escondido "nenhuma informação" relativamente ao caso em que a Câmara Municipal vai ter de devolver mais de 1,2 milhões de euros por Derrama indevidamente cobrada pela Autoridade Tributária e Aduaneira (AT).
07h00 - quarta, 13/12/2017
Auditoria às contas
da Câmara de Castro
O novo executivo da Câmara Municipal de Castro Verde, liderado pelo socialista António José Brito, decidiu avançar com uma auditoria externa às contas da autarquia do Campo Branco.

Data: 07/12/2017
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial