00h00 - segunda, 07/08/2017

Câmara de Almodôvar também
recebe Derrama da Somincor

Câmara de Almodôvar também recebe Derrama da Somincor

Depois de muitos anos de reivindicação, a Câmara de Almodôvar vai receber este ano parte da Derrama correspondente aos impostos pagos pela Somincor, que explora as minas de Neves-Corvo, em 2016.
De acordo com a autarquia, o actual Governo criou uma nova fórmula específica para a repartição da Derrama municipal relativa à actividade de exploração de produtos mineiros no âmbito do Orçamento de Estado 2017.
Assim, a Câmara de Almodôvar vai receber este ano "cerca de 40 mil euros relativos à Derrama de 2016", ou seja, cerca de 30% do valor total da Derrama da Somincor, sendo o restante entregue ao Município de Castro Verde, "que até agora era o único beneficiário deste imposto".
"A partir deste ano, e daqui em diante, Almodôvar passa a fazer parte dos municípios que beneficiam da Derrama da Somincor, facto pelo qual o Município de Almodôvar se congratula. Esta foi uma aspiração do Município de Almodôvar ao longo de vários anos, e pela qual este executivo nunca baixou os braços", sublinha a Câmara Municipal em comunicado.
O Município acrescenta que "este novo encaixe financeiro vem dar ainda mais condições à autarquia, para investir ainda mais no nosso concelho, nas nossas gentes e no nosso progresso".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
17h24 - quinta, 18/01/2018
Neves-Corvo: Construções do projecto de expansão do zinco adiadas
A Somincor decidiu adiar as construções do projecto de expansão do zinco (ZEP) à superfície em Neves-Corvo até que se verifique "a estabilidade total da operação" na mina situada no concelho de Castro Verde, adiantou ao "CA" fonte oficial da empresa.
07h00 - terça, 16/01/2018
Trabalhadores da Somincor esperam nova proposta
Os trabalhadores da Somincor vão esperar que a administração da empresa apresente uma nova proposta para fazer face às suas reivindicações até ao próximo dia 29 de Janeiro.
00h00 - segunda, 15/01/2018
Crise em 26,8% das
farmácias de Beja
Um total de 26,8% das farmácias do distrito de Beja encontram-se em situação de penhora e insolvência, adianta ao "CA" fonte oficial da Associação Nacional de Farmácias (ANF).
00h00 - domingo, 14/01/2018
EMAS Beja com mudanças na estrutura
O conselho de administração da Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS) de Beja, presidido por Luís Miranda, aprovou esta semana alterações à macro-estrutura da instituição.
00h00 - sexta, 12/01/2018
EMAS Beja com situação financeira delicada
Logo após entrar em funções, a nova administração da Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS) de Beja teve de liquidar um empréstimo de curto-prazo no valor de 200 mil euros.

Data: 12/01/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial