07h00 - quinta, 12/04/2018

Orçamento Participativo
de regresso em Odemira

Orçamento Participativo de regresso em Odemira

A participação aberta a maiores de 14 anos e votação por mensagem de telemóvel (SMS) são as duas grandes novidades da edição de 2018 do "Orçamento Participativo" (OP) de Odemira, projecto dinamizado desde 2011 pela Câmara Municipal local para promover a cidadania e a participação pública.
Até final do mês de Junho decorre a fase de apresentação de propostas, sendo que em Abril estas podem ser feitas através da página online dedicada ao OP (em www.op.cm-odemira.pt), no Balcão Único e nos BU´s KIOSK de Colos, Sabóia, São Teotónio e Vila Nova de Milfontes.
Durante os meses de Maio e Junho os interessados poderão apresentar propostas de investimento municipal para as suas terras durante os "Encontros de Participação", que terão lugar em cada uma das 13 freguesias.
Este ano a participação no OP de Odemira é aberta a maiores de 14 anos, no sentido de realçar "a importância e contributo dos jovens para o desenvolvimento do território". A Câmara de Odemira volta a disponibilizar um orçamento de 500 mil euros para a concretização das propostas mais votadas, divididos em 250 mil euros para projectos promovidos nas freguesias com população inferior a 1.500 habitantes e os outros 250 mil euros para projectos promovidos nas freguesias  com população superior a 1.500 habitantes.
Cada cidadão pode apresentar uma proposta, cujo valor não exceda os 125 mil euros, que incida nas áreas de competência do Município e seja de interesse colectivo, nomeadamente em matéria de Urbanismo, Espaço Público e Espaços Verdes, Protecção Ambiental e Energia, Saneamento e Higiene Urbana, Infra-estruturas Viárias, Trânsito e Mobilidade, Turismo, Comércio e Promoção Económica, Educação e Juventude, Desporto, Ação Social, Cultura e Modernização Administrativa.
Depois de validadas, as propostas serão votadas durante o mês de Novembro, sendo que este ano também será possível fazê-lo através de SMS, "um mecanismo de proximidade e que pretende contribuir para uma maior participação", adianta ao "CA" fonte da autarquia.
Em simultâneo com o OP Municipal, decorre igualmente o OP das Freguesias, o que faz de Odemira um concelho "100% OP".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - terça, 18/09/2018
Protocolo entre
Câmara de Aljustrel
e Associação Dignitude
A Câmara de Aljustrel e a Associação Dignitude assinaram nesta segunda-feira, 17, um protocolo de colaboração tendo em vista a concretização do programa ABEM-Rede Solidária do Medicamento no concelho.
07h00 - terça, 18/09/2018
EMAS Beja alcança
os melhores resultados
dos últimos 10 anos
A Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS) de Beja faz um balançao "extremamente positivo" dos trabalhos da intervenção global de substituição de ramais que decorre por todo o concelho de Beja desde o início de 2018.
07h00 - terça, 18/09/2018
Vestígios arqueológicos
encontrados em Ourique
As obras de requalificação do centro histórico de Ourique, promovidas pela autarquia local, revelaram um conjunto de importantes testemunhos patrimoniais reveladores da história da vila, da população e dos seus hábitos comunitários de outros tempos.
07h00 - segunda, 17/09/2018
CIMBAL apresenta contributos
ao Plano Nacional de Investimentos
A modernização e electrificação da linha ferroviária do Alentejo e a afirmação do aeroporto de Beja como a Lisboa e Faro são duas das propostas apresentadas pela CIMBAL para o Plano Nacional de Investimentos (PNI) 2030.
07h00 - segunda, 17/09/2018
CIMAL quer fundos da UE
para água e saneamento
Os presidentes das cinco câmaras que foram a Comunidade Intermunicipal do Alentejo Litoral (CIMAL) reúnem nesta segunda-feira, 17 de Setembro, em Lisboa, com o secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins.

Data: 14/09/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial