07h00 - sexta, 20/04/2018

Vila de Almodôvar
"volta" à Idade Média

Vila de Almodôvar "volta" à Idade Média

Almodôvar "viaja" neste fim-de-semana até 1285, ano em que Dom Dinis concedeu a Carta de Foral à localidade, com o centro histórico da vila a receber bailes e folias, bobos e jograis, damas e cavaleiros, numa organização da Câmara Municipal local.
O "Mercado Medieval de Almodôvar" regressa ao calendário de eventos do concelho depois de três anos de ausência, substituindo o festival "ALMARTE", que foi financiado por fundos comunitários. "Esse apoio terminou e chegou então o momento de repensar a nossa estratégia, que passa pelo regresso do Mercado Medieval", sublinha o autarca almodovarense.
António Bota adianta ainda que a autarquia "alargou a estratégia de comunicação externa" do evento, "de modo a abranger o mercado espanhol da fronteira, bem como os turistas".
O XI Mercado Medieval de Almodôvar, que tem entradas livres, abre portas às 16h00 desta sexta-feira, 20, sendo que uma hora depois decorrem os "termos de aceitação da tenência de D. Dinis sobre o reino do Garb Al'Andaluz". Às 17h30 realiza-se o "cortejo régio pelas ruas do burgo" e às 18h00 tem lugar a "procuração sobre o régio esposamento e anúncio dos banhos reais".
O programa do primeiro dia inclui ainda a visita do meirinho (18h30), um encontro de trovadores (19h00), a encenação de um ataque por uma mesnada castelhana (21h30), um espectáculo de melodias e danças árabes (22h30), e a peça de teatro de fogo "In taverna quantum sumus" (23h00).
No sábado, 21, o mercado abre portas ao meio-dia e pelas 14h00 começa uma arruada musical pelas ruas, seguido de um cortejo em que será lida a Carta Régia (15h00). O programa da tarde inclui ainda provas de destreza e perícia (16h00), um torneio de armas a cavalo (17h00) e "bailias e momices" (19h00).
Depois da ceia medieval (20h00) haverá acrobacias (21h00) e a encenação de D. Dinis a acolher uma "embaixada de gentis homens mouros" (22h00). Às 23h30 a zona da Igreja Matriz recebe o espectáculo de dança vertical "A lenda da Vila Negra em teatro de fogo" e pelas 24h00 há melodias de trovadores com danças de fogo.
O XI Mercado Medieval de Almodôvar termina no domingo, 22 de Abril, dia em que o programa prevê um cortejo régio seguido da assinatura dos termos do Tratado de Alcanizes (14h00), um espectáculo de poesia trovadoresca (15h00), um torneio de armas a cavalo (16h00), o "agasalho dos peregrinos de Santiago de Compostela" (17h00) e a apresentação de "músicas de berberia pelos mouros do Garb Al?Andaluz" (18h00).
"Os saborosos comeres da dieta mediterrânica" vão estar à prova a partir das oito noite e até final do Mercado Medieval de Almodôvar tem lugar um espectáculo de bailado na zona da Igreja Matriz (21h00) e o agradecimento aos participantes e uma festa de encerramento (22h00).


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - domingo, 21/10/2018
Resialentejo promove
igualdade de género
A empresa intermunicipal Resialentejo adjudicou a uma empresa da região a elaboração do Plano para a Igualdade, para ir de encontro à Lei 62/2017, que prevê a representação equilibrada de mulheres e homens na administração de empresas públicas ou cotadas em bolsa.
07h00 - domingo, 21/10/2018
Líder do BE na
Feira de Castro
A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE), Catarina Martins, vai estar neste domingo, 21 de Outubro, em Castro Verde, onde reunirá com os militantes locais e irá visitar a tradicional Feira de Castro, que se realiza neste fim-de-semana.
07h00 - sexta, 19/10/2018
Câmara de Beja vence
prémio de voluntariado
A Câmara Municipal de Beja venceu o prémio "Boas Práticas de Voluntariado", atribuído pela Delegação Regional do Alentejo do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ).
07h00 - sexta, 19/10/2018
Mértola apresenta filme
"Guadiana Selvagem"
A Câmara de Mértola promove nesta sexta-feira, 19, no cine-teatro Marques Duque, a apresentação ao público do documentário "Guadiana Selvagem", realizado por Daniel Pinheiro no Parque Natura do Vale do Guadiana.
07h00 - quinta, 18/10/2018
Turma de Beja
sem sete professores
Os 26 alunos de uma turma do sétimo ano da Escola Básica de Santa Maria, em Beja, estão sem professor em sete das 15 disciplinas que constituem a sua matriz curricular desde o início do presente ano lectivo, devido à inexistência de docentes colocados.

Data: 12/10/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial