07h00 - sexta, 20/04/2018

Vila de Almodôvar
"volta" à Idade Média

Vila de Almodôvar "volta" à Idade Média

Almodôvar "viaja" neste fim-de-semana até 1285, ano em que Dom Dinis concedeu a Carta de Foral à localidade, com o centro histórico da vila a receber bailes e folias, bobos e jograis, damas e cavaleiros, numa organização da Câmara Municipal local.
O "Mercado Medieval de Almodôvar" regressa ao calendário de eventos do concelho depois de três anos de ausência, substituindo o festival "ALMARTE", que foi financiado por fundos comunitários. "Esse apoio terminou e chegou então o momento de repensar a nossa estratégia, que passa pelo regresso do Mercado Medieval", sublinha o autarca almodovarense.
António Bota adianta ainda que a autarquia "alargou a estratégia de comunicação externa" do evento, "de modo a abranger o mercado espanhol da fronteira, bem como os turistas".
O XI Mercado Medieval de Almodôvar, que tem entradas livres, abre portas às 16h00 desta sexta-feira, 20, sendo que uma hora depois decorrem os "termos de aceitação da tenência de D. Dinis sobre o reino do Garb Al'Andaluz". Às 17h30 realiza-se o "cortejo régio pelas ruas do burgo" e às 18h00 tem lugar a "procuração sobre o régio esposamento e anúncio dos banhos reais".
O programa do primeiro dia inclui ainda a visita do meirinho (18h30), um encontro de trovadores (19h00), a encenação de um ataque por uma mesnada castelhana (21h30), um espectáculo de melodias e danças árabes (22h30), e a peça de teatro de fogo "In taverna quantum sumus" (23h00).
No sábado, 21, o mercado abre portas ao meio-dia e pelas 14h00 começa uma arruada musical pelas ruas, seguido de um cortejo em que será lida a Carta Régia (15h00). O programa da tarde inclui ainda provas de destreza e perícia (16h00), um torneio de armas a cavalo (17h00) e "bailias e momices" (19h00).
Depois da ceia medieval (20h00) haverá acrobacias (21h00) e a encenação de D. Dinis a acolher uma "embaixada de gentis homens mouros" (22h00). Às 23h30 a zona da Igreja Matriz recebe o espectáculo de dança vertical "A lenda da Vila Negra em teatro de fogo" e pelas 24h00 há melodias de trovadores com danças de fogo.
O XI Mercado Medieval de Almodôvar termina no domingo, 22 de Abril, dia em que o programa prevê um cortejo régio seguido da assinatura dos termos do Tratado de Alcanizes (14h00), um espectáculo de poesia trovadoresca (15h00), um torneio de armas a cavalo (16h00), o "agasalho dos peregrinos de Santiago de Compostela" (17h00) e a apresentação de "músicas de berberia pelos mouros do Garb Al?Andaluz" (18h00).
"Os saborosos comeres da dieta mediterrânica" vão estar à prova a partir das oito noite e até final do Mercado Medieval de Almodôvar tem lugar um espectáculo de bailado na zona da Igreja Matriz (21h00) e o agradecimento aos participantes e uma festa de encerramento (22h00).


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
08h00 - sábado, 20/10/2018
Almoço de reformados
no concelho de Mértola
A Câmara Municipal de Mértola promove neste sábado, 20 de Outubro, a 22ª edição do Almoço de Reformados, Pensionistas e Idosos do Concelho de Mértola, que deverá reunir centenas de participantes.
07h00 - sábado, 20/10/2018
Base Aérea de Beja
de "portas abertas"
Baptismos de voo, actividades desportivas e demonstrações de falcoaria e cinotécnica são alguns dos destaques do programa do "Dia de Base Aberta", que a Base Aérea de Beja (BA 11) promove neste sábado, 20.
07h00 - sexta, 19/10/2018
Castro Verde recebe
a maior feira do Sul!
Até pode estar a chover a potes, mas não é isso que vai abalar a tradição da Feira de Castro! É por isso que neste fim-de-semana, 19 a 21 de Outubro, as ruas da vila vão encher-se com um mar de gente que vai desaguar lá em baixo, no largo inundado de tendas, onde os pregões dos ciganos se misturam com a música acelerada dos carrosséis e o cheiro adocicado das farturas.
07h00 - sexta, 12/10/2018
Exposição de escultura
para ver em Aljustrel
O Espaço Oficinas, na vila de Aljustrel, recebe a partir desta sexta-feira, 12 de Outubro, a exposição de escultura e gravura "Paraíso", da autoria de Jorge Pé-Curto, artista natural de Moura, que vive em Almada há mais de 50 anos.
07h00 - domingo, 07/10/2018
Declaração de amor a
Santa Bárbara de Padrões
"Santa Bárbara é a minha aldeia/ a que trago no coração/ Terra humilde e rica em tradição": o poema surge na contracapa do livro e resume o que levou o jovem José Miguel Costa a escrever um livro sobre a sua terra.

Data: 12/10/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial