07h00 - quarta, 13/06/2018

Castro: CDU contesta cortes,
PS critica "herança" da CDU

Castro: CDU contesta cortes, PS critica "herança" da CDU

O ajustamento dos protocolos de cooperação que a Câmara de Castro Verde mantém com as juntas de freguesia do concelho, aprovado na passada semana, é contestado pela CDU, que por sua vez é "alvo" de duras críticas por parte do Partido Socialista.
Para os comunistas, a decisão do executivo municipal "contraria as promessas eleitorais do PS" e "os compromissos assumidos" pelo presidente da Câmara no início do mandato, tratando-se "de uma manifesta vontade de asfixiar a autonomia e a capacidade de realização das juntas de freguesia rurais", "todas de maioria CDU".
"A CDU Castro Verde rejeita o argumento que esta opção política seja fruto da 'herança' que a CDU deixou, ou da actual situação financeira da Câmara Municipal. A CDU geriu a Câmara no último mandato com, sensivelmente, as mesmas receitas que o PS tem hoje à sua disposição e nunca optou por penalizar as juntas de freguesia nas transferências para investimento", argumenta.
Por seu lado, a Concelhia de Castro Verde do PS veio a público lamentar que, "depois de conduzir a Câmara Municipal de Castro Verde ao mau estado financeiro que tem neste momento", o vereador Francisco Duarte e a CDU "ainda tenham a ousadia de acusar o executivo do PS de falta de 'engenho e criatividade' na gestão da autarquia".
"Ou seja, para a CDU tudo devia continuar como sempre foi e o executivo do PS devia ter 'engenho e criatividade' para continuar a permitir o agravamento da situação financeira da Câmara Municipal. Temos de dizê-lo com clareza: é preciso muita falta de responsabilidade para pensar assim", frisa o PS de Castro Verde em comunicado enviado ao "CA", lembrando que no final de 2017 a autarquia apresentava uma dívida a fornecedores "superior a um milhão de euros".
"Depois de nove anos a gerir a Câmara e de a levar ao estado em que está na área financeira, o vereador Francisco Duarte e a CDU entendem que o executivo do PS deveria continuar a 'assobiar para o lado' e, lamentavelmente, querem enganar os castrenses, tentando passar a ideia que nada têm a ver com o grave problema que criaram no concelho", acrescentam os socialistas, concluindo: "Na verdade, só há dois responsáveis pela situação que a Câmara Municipal de Castro Verde está a passar: Francisco Duarte e a CDU".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - segunda, 15/10/2018
Obras para minimizar
poeiras em Aljustrel
A Almina–Minas do Alentejo, proprietária das minas de Aljustrel, vai avançar com novas medidas de minimização da dispersão de poeiras, nomeadamente na zona da britagem de superfície e da lavaria na sua área industrial, localizada a oeste da "vila mineira".
07h00 - segunda, 15/10/2018
Aljustrel: Saúde sem registo de alterações
O presidente da Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo garante que não se têm verificado "alterações nem aumento da procura" dos serviços de Saúde por parte da população de Aljustrel nas patologias que podem ser ligadas à questão da qualidade do ar.
07h00 - segunda, 15/10/2018
Assembleia Municipal de Aljustrel aprova medidas sobre qualidade do ar
A qualidade do ar em Aljustrel foi debatida numa sessão extraordinária da Assembleia Municipal local realizada a 29 de Setembro, que juntou quase 300 pessoas no salão dos Bombeiros Voluntários locais.
07h00 - segunda, 15/10/2018
Ourique na candidatura
do montado à Unesco
Os Paços do Concelho de Ourique receberam no final da passada semana uma reunião de trabalho da candidatura do montado a Património da Humanidade da Unesco, promovida pela Turismo do Alentejo e na qual a Câmara de Ourique é parceira activa.
07h00 - segunda, 15/10/2018
ANAFRE Beja
reuniu na Vidigueira
A direcção da delegação distrital de Beja da Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE) promoveu no final da passada semana, na sede da Junta de Freguesia de Visigueira, uma reunião de coordenação.

Data: 12/10/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial