07h00 - terça, 10/07/2018

Misericórdia de Aljustrel
quer Cuidados Continuados

Misericórdia de Aljustrel quer Cuidados Continuados

A Santa Casa da Misericórdia de Aljustrel (SCMA) pretende avançar com a construção de uma Unidade de Cuidados Continuados de Longa Duração e Manutenção (UCC) na vila, que terá capacidade para 30 utentes. Tal como o "CA" adiantou na sua edição de 4 de Maio, o projecto está avaliado em quase 2,2 milhões de euros e já foi candidatado a fundos comunitários através do Alentejo 2020, numa parceria com a Câmara de Aljustrel.
Segundo o provedor da SCMA, a pretensão de a instituição avançar com a criação de UCC tem pelo menos 10 anos e esteve mesmo em vias de ser concretizada antes de 2009, altura em que foi suspensa por razões "economicistas". "Ao longo destes anos não deixámos de nos bater pela sua concretização", observa Manuel Frederico, considerando que este equipamento é "prioritário para a região", uma vez que a oferta actual não dá "a resposta necessária".
"Atrevo-me mesmo a afirmar que mais de 20% dos nossos utentes carecem neste momento de cuidados médicos e terapêuticos que só uma unidade de cuidados continuados lhes pode proporcionar, situação que penso será comum a muitas instituições congéneres", afiança Frederico.
O projecto da SCMA prevê a criação da UCC num lote de terreno junto ao actual Centro de Saúde de Aljustrel. A "população-alvo" do novo equipamento serão "jovens grandes dependentes, pessoas de todas as idades com dependência funcional, pessoas com doenças crónicas e pessoas com doença incurável em estado avançado de final de vida", explica o provedor.
Nesse sentido, a futura unidade terá 16 quartos (12 duplos, três simples e um triplo), num total de 30 camas: 10 para jovens grandes dependentes e 20 a idosos. Ao todo, serão criados 26 novos postos de trabalho.
O projecto já foi candidatado ao Alentejo 2020 e prevê uma comparticipação comunitária na ordem dos 85%.
"A parte restante será suportada pela SCMA e pela Câmara Municipal, nossa parceira desde a primeira hora nesta e noutras frentes", sublinha Manuel Frederico, que acrescenta: "O Município conta connosco e nós sabemos que contamos com o Município. Ambos sabemos que a nossa missão é 'servir o próximo' e neste pressuposto nunca nos pouparemos a efetuar todos os esforços necessários".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - terça, 13/11/2018
Odemira aposta na
valorização do rio Mira
Materializar a política de valorização das margens do rio Mira na área do concelho de Odemira, desde a barragem de Santa Clara até Vila Nova de Milfontes é o objectivo do Plano Estratégico e Operacional de Valorização do Rio Mira, promovido pela Câmara de Odemira.
07h00 - terça, 13/11/2018
Documentário filmado
em Mértola premiado
O documentário "Terra", co-realizado por Hiroatsu Suzuki e Rossana Torres e filmado no concelho de Mértola, arrecadou o prémio para melhor filme da competição portuguesa durante a última edição do festival DocLisboa.
07h00 - segunda, 12/11/2018
Cine-teatro de Almodôvar
pronto para reabrir portas
Depois de cerca de seis anos de obras de requalificação, com atrasos e muitos problemas pelo meio, o cine-teatro municipal de Almodôvar vai reabrir portas no próximo ano de 2019.
07h00 - segunda, 12/11/2018
PCP alerta para falta
de médicos em Ourique
Um em cada cinco utentes residentes no concelho de Ourique não tem médico de família atribuído, num total de 1081 pessoas, sobretudo oriundas da freguesia de Garvão.
07h00 - segunda, 12/11/2018
Câmara de Odemira elogia
abandono do projecto
de prospecção de petróleo
A Câmara de Odemira aprovou a 31 de Outubro, por unanimidade, manifestar a congratulação pelo facto de o consórcio ENI/ GALP ter abandonado o projecto de prospecção e exploração de petróleo ao largo do Alentejo Litoral.

Data: 09/11/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial