07h00 - terça, 17/07/2018

Columbófilo de Entradas
ganha título distrital

Columbófilo de Entradas ganha título distrital

Paulo Bárbara, columbófilo de Entradas, no concelho de Castro Verde, garantiu pela terceira vez o título distrital na Geral (categoria que soma os resultados obtidos nas vertentes de Velocidade, Meio-Fundo e Fundo), vencendo a Zona Sul em 2018.
"Como em todas as modalidades, a gente trabalha sempre para ganhar. E eu trabalho sempre para ser campeão em todas as categorias", explica ao "CA" o columbófilo de 52 anos, orgulhoso das suas conquistas. "Às vezes torna-se difícil, pois jogar o bom a todas as provas torna-se complicado. Mas eu gosto de ganhar em todas", acrescenta a sorrir Paulo Bárbara, que concorre pela Sociedade Columbófila Asas Verdes, de Castro Verde, e que soma já três títulos distritais na Geral: dois em nome próprio e mais um pela Dupla de Entradas.
O tempo agora é de descompressão, sem o rigor dos horários e com treinos mais livres, mas Paulo Bárbara já pensa em novas conquistas na temporada de 2019. "Quero ganhar tudo: Velocidade, Meio-Fundo, Fundo e Geral", anuncia.
Antes haverá ainda a Exposição Distrital, que depois permite o acesso à Exposição Nacional. "Sou capaz de ter dois ou três pombos capazes de irem à Exposição Nacional. O ano passado tive uma [pomba] em Fundo, que ficou em terceiro lugar no distrito e em sexto a nível nacional. Este ano essa mesma fêmea é capaz de subir, porque tem umas boas classificações de fundo outra vez", afiança o columbófilo entradense, reconhecendo que ganhar a Exposição Nacional "é um bocadinho mais complicado".
"Mas já estive perto disso e tive azar. Tinha uma fêmea que tinha coeficiente para ser campeã nacional, mas perdi-a. É assim a vida", lamenta.
Os pombos e a columbofilia sempre foram uma paixão para Paulo Bárbara. Tanto que mesmo quando estava emigrado na Suíça já sonhava com o regresso a Portugal, consumado em 2005, para… poder voltar a competir!
"Pensei sempre que havia de voltar para Portugal para ser campeão nos pombos. E consegui! Em Entradas nunca ninguém tinha conseguido ser campeão da Geral e já se concorre aqui há cerca de 30 anos. E eu fui o único entradense que conseguiu bater os homens do [resto do] distrito", nota com orgulho.
Mas porquê este gosto pela columbofilia? "É inexplicável, nasce com a gente", responde de pronto Paulo Bárbara, cuja paixão o faz trabalhar todos os dias com a sua colónia de cerca de 200 pombos.
"São tratados de manhã e depois à tarde. É preciso muito trabalho, muita dedicação, muitas horas de esforço… Mas faço isto com gosto e quanto mais luta há, mais vontade tenho de trabalhar", remata.


Notícias Relacionadas

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - segunda, 13/08/2018
Dona da Somincor
vai ter nova presidente
Marie Inkster vai ser a nova presidente e CEO da multinacional Lundin Mining, proprietária da Somincor, que explora as minas de Neves-Corvo (Castro Verde), substituindo no cargo Paul Conibear.
07h00 - sexta, 10/08/2018
Fábrica da borracha em
Aljustrel exporta para o mundo
As convulsões políticas e sociais causadas pela "Primavera Árabe", conjugadas com o forte apelo da terra, levaram Francisco Parreira a conseguir o que para muitos era impensável: conseguir que a multinacional francesa Pronal deslocalizasse o investimento que tinha na Tunísia para o concelho de Aljustrel.
07h00 - quinta, 09/08/2018
Presidente da CPPME
visita comércio local
da cidade de Beja
O presidente da Confederação Portuguesa das Micro, Pequenas e Médias Empresas (CPPME), Jorge Pisco, vai estar nesta quinta-feira, 9, em Beja, onde visitara o comércio local da cidade.
07h00 - segunda, 06/08/2018
Buínho Fab Lab faz
pensar "fora da caixa"
O canadiano Kelly Coughlin, de 32 anos e formado em Arquitectura, foi um dos últimos "inquilinos" da Associação Buínho, o fab lab que o casal Carlos Alcobia e Sara Albino criaram em Messejana quando resolveram deixar Lisboa.
00h00 - segunda, 30/07/2018
Balcão móvel apoia
empreendedores no
concelho de Odemira
O serviço de apoio ao empreendedor e à inserção profissional que a TAIPA–Organização Cooperativa para o Desenvolvimento Integrado do Concelho de Odemira tem a funcionar há pouco mais de um ano já chega a todo o território do concelho.

Data: 10/08/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial