07h00 - quinta, 13/09/2018

Câmara de Castro Verde
reforça aposta na Educação

Câmara de Castro Verde reforça aposta na Educação

A Câmara Municipal de Castro Verde vai reforçar a sua aposta na área da Educação no ano lectivo de 2018-2019, que arranca nesta sexta-feira, 14 de Setembro, sector que o presidente da autarquia, António José Brito, define como "decisivo e estratégico para o futuro do concelho".
Nesse sentido, sublinha o autarca eleito pelo PS, a Câmara Municipal assume em termos globais, na área da Educação, "um investimento que representa cerca de 4,6% do seu orçamento anual, visando o reforço de uma aposta que se considera essencial para o fortalecimento da actividade lectiva e do sucesso escolar dos nossos alunos, mas também para a consolidação de um maior bem-estar e qualidade de vida das famílias do nosso concelho".
De acordo com António José Brito, em 2018-2019 haverá uma "aposta concreta" na Acção Social Escolar, com apoio directo, entre os escalões A e B, a 90 alunos de famílias carenciadas do concelho, tanto em auxílios económicos como na alimentação, material escolar e transportes.
"A par disso, asseguramos na totalidade o pagamento do transporte público em todos os escalões de ensino até ao 12º ano de escolaridade, num total de 214 alunos", frisa o edil castrense, observando que, nestes domínios, a Câmara Municipal assume, "durante este ano lectivo, um investimento na ordem dos 141 mil euros".
A este montante, continua Brito, juntam-se os valores assumidos pela autarquia "ao nível manutenção dos edifícios escolares e dos transportes municipais, seja para assegurar a actividade curricular diária ou para visitas de estudo – cerca de 15 mil quilómetros no último ano lectivo – e pessoal não docente".
O autarca frisa igualmente que, no que respeita ao quadro de auxiliares de acção educativa, "este é assegurado por 38 pessoas, sendo que um total de 32 são contratadas pela Câmara Municipal de Castro Verde e as restantes seis estão vinculadas ao Ministério da Educação".
Por fim, António José Brito destaca a atribuição de bolsas de estudo (que em 2017-2018 representou um montante de 23.160 euros) e a dinamização de transporte regular entre Castro Verde e a Funcheira para alunos do ensino superior, "bem como um conjunto de outras acções regulares de apoio e a inteira assunção de responsabilidades neste sector".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - quinta, 12/12/2019
Agricultores e PSD contestam
restrições nas agro-ambientais
A Federação das Associações de Agricultores do Baixo Alentejo (FAABA) e a Distrital de Beja do PSD vieram a público contestar a decisão do Ministério da Agricultura de de restringir os apoios às medidas agro-ambientais a uma medida por beneficiário até ao próximo quadro comunitário.
07h00 - quinta, 12/12/2019
Campanha de Natal
no comércio de Mértola
A Câmara de Mértola tem a decorrer, até 6 de Janeiro (dia de Reis), mais uma edição da campanha "Neste Natal compre no comércio local e ganhe prémios", que visa promover, incentivar e dinamizar as compras no comércio local na época natalícia na "vila-museu".
07h00 - quarta, 11/12/2019
"Empregabilidade tem
sido prioridade em Aljustrel"
A empregabilidade e o desenvolvimento económico e social do concelho continuam no topo das prioridades da Câmara de Aljustrel, revela o autarca Nelson Brito em entrevista ao "CA".
07h00 - quarta, 11/12/2019
Ciências promovidas
nas escolas de Odemira
A Câmara de Odemira vai lançar junto da comunidade escolar do concelho o roteiro "Mira a Terra", que vai permitir uma oferta organizada de actividades lúdico-didácticas para aprendizagem das áreas científicas fora sala de aula.
07h00 - terça, 10/12/2019
Câmara de Odemira com
orçamento de 34,5 milhões
A Câmara de Odemira vai contar em 2020 com um orçamento de cerca de 34,5 milhões de euros, mais 1,3 milhões de euros que o valor orçamentado para o presente ano de 2019.

Data: 06/12/2019
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial