07h00 - segunda, 08/10/2018

36 funcionários com
situação regularizada na
Câmara de Odemira

36 funcionários com situação regularizada na Câmara de Odemira

Um grupo de 10 trabalhadores da Câmara de Odemira com vínculos precários assinou no início deste mês, a 1 de Outubro, contratos de trabalho em funções públicas por tempo indeterminado, ao abrigo do Programa de Regularização Extraordinária dos Vínculos Precários.
De acordo com fonte municipal, "durante o período em que as autarquias estavam condicionadas a fazer novas contratações, o Município de Odemira recorreu a diversas prestações de serviços para o cumprimento de algumas das suas funções essenciais bem como ao apoio de beneficiários aos programas Contrato de Emprego e Inserção, constituindo desta forma vínculos precários".
"Perante o novo quadro legislativo e consciente que se tornava fundamental estabilizar o mapa de pessoal e assegurar a estabilidade profissional destes trabalhadores, o Município de Odemira avançou com o procedimento para a regularização dos vínculos precários", acrescenta a mesma fonte, sublinhando que nesse sentido o Município de Odemira "procedeu à abertura de procedimentos para 13 postos de trabalho".
"No dia 1 de Outubro assinaram contrato 10 trabalhadores, sendo que dois formalizarão a sua entrada no mapa de pessoal mais tarde e um dos candidatos prescindiu do contrato", continua a autarquia, explicando que os trabalhadores em questão "exercem funções em vários serviços, sendo nove assistentes operacionais e três técnicos superiores".
Em paralelo, adianta ainda a Câmara de Odemira, um grupo de 23 trabalhadores foi abrangido pelo Regime de Mobilidade Inter-carreiras ou Inter-categorias dentro do mesmo órgão ou serviço. Assim, no Regime de Mobilidade Inter-carreiras "houve um total de 22 trabalhadores que transitaram da carreira de assistente operacional para assistente técnico", enquanto no âmbito da Mobilidade Inter-categorias "um assistente operacional assumiu a função de encarregado operacional na Divisão de Ambiente".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - sábado, 05/10/2019
Concurso de economia
circular no Baixo Alentejo
Identificar as boas práticas da economia circular nas empresas do Baixo Alentejo e Alentejo Litoral é a grande meta da segunda edição do prémio "Economia Circular nas Empresas do Baixo Alentejo e Litoral", promovido pelo NERBE e pela CCDR do Alentejo.
07h00 - sexta, 20/09/2019
Nova ZAE de
Beja concluída
em Maio de 2020
A infra-estruturação da nova Zona de Acolhimento Empresarial (ZAE) Norte de Beja deverá estar concluída em Maio de 2020, depois de um investimento municipal de 1,7 milhões de euros, tendo já sido atribuídos 20 dos 21 lotes disponíveis na Fase 1 da mesma.
07h00 - sexta, 20/09/2019
FAABA e PSD criticam
Universidade de Coimbra
A decisão da Universidade de Coimbra (UC) de retirar a carne de vaca da ementa das suas cantinas a partir de 2020 continua a dar que falar no Baixo Alentejo, com muitas críticas por parte de agricultores e do cabeça-de-lista do PSD.
07h00 - quinta, 19/09/2019
Turismo do Alentejo
promove reunião em Beja
A Pousada de Beja recebe nesta quinta-feira, 19 de Setembro, uma das reuniões descentralizadas que a Turismo do Alentejo e Ribatejo está a promover para "rever, debater e preparar" as principais linhas estratégicas do sector no horizonte 2021-2027.
07h00 - quarta, 18/09/2019
MFS com candidatura
a fundos comunitários
para reabrir em Moura
Um grupo empresarial apresentou uma candidatura, na CCDR Alentejo, visando o desenvolvimento de um projecto ligado às energias renováveis e a outras componentes da fileira energética nas instalações da antiga Moura Fábrica Solar (MSF).

Data: 11/10/2019
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial