07h00 - segunda, 08/10/2018

36 funcionários com
situação regularizada na
Câmara de Odemira

36 funcionários com situação regularizada na Câmara de Odemira

Um grupo de 10 trabalhadores da Câmara de Odemira com vínculos precários assinou no início deste mês, a 1 de Outubro, contratos de trabalho em funções públicas por tempo indeterminado, ao abrigo do Programa de Regularização Extraordinária dos Vínculos Precários.
De acordo com fonte municipal, "durante o período em que as autarquias estavam condicionadas a fazer novas contratações, o Município de Odemira recorreu a diversas prestações de serviços para o cumprimento de algumas das suas funções essenciais bem como ao apoio de beneficiários aos programas Contrato de Emprego e Inserção, constituindo desta forma vínculos precários".
"Perante o novo quadro legislativo e consciente que se tornava fundamental estabilizar o mapa de pessoal e assegurar a estabilidade profissional destes trabalhadores, o Município de Odemira avançou com o procedimento para a regularização dos vínculos precários", acrescenta a mesma fonte, sublinhando que nesse sentido o Município de Odemira "procedeu à abertura de procedimentos para 13 postos de trabalho".
"No dia 1 de Outubro assinaram contrato 10 trabalhadores, sendo que dois formalizarão a sua entrada no mapa de pessoal mais tarde e um dos candidatos prescindiu do contrato", continua a autarquia, explicando que os trabalhadores em questão "exercem funções em vários serviços, sendo nove assistentes operacionais e três técnicos superiores".
Em paralelo, adianta ainda a Câmara de Odemira, um grupo de 23 trabalhadores foi abrangido pelo Regime de Mobilidade Inter-carreiras ou Inter-categorias dentro do mesmo órgão ou serviço. Assim, no Regime de Mobilidade Inter-carreiras "houve um total de 22 trabalhadores que transitaram da carreira de assistente operacional para assistente técnico", enquanto no âmbito da Mobilidade Inter-categorias "um assistente operacional assumiu a função de encarregado operacional na Divisão de Ambiente".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - quinta, 09/07/2020
Tecnologia 4G chega
à mina de Neves-Corvo
A mina de Neves-Corvo, situada no concelho de Castro Verde, será uma das primeiras em todo o mundo a dispor, ao longo dos seus mais de 90 quilómetros de túneis no subsolo, da tecnologia 4G/LTE (Long Term Evolution), que permitirá uma maior segurança operacional, o aumento da eficiência e de produtividade e a redução de custos na sua operação.
07h00 - terça, 07/07/2020
Estudo confirma
impactos da apanha
nocturna de azeitona
Um estudo sobre os impactos das culturas intensivas e super-intensivas de olival em áreas de regadio confirma que a prática de colheita mecânica nocturna de azeitonas nos olivais super-intensivos conduz à perturbação e mortalidade de aves, revela o Ministério do Ambiente.
07h00 - segunda, 06/07/2020
Apanha nocturna
de azeitona suspensa
A associação Olivum, a CAP, a CONFAGRI e a Casa do Azeite selaram um acordo visando a suspensão voluntária e temporária da colheita nocturna mecanizada de azeitona com efeitos imediatos.
08h00 - sábado, 27/06/2020
Estudo preliminar da variante
à vila de Aljustrel aprovado
A empresa Infra-estruturas de Portugal (IP) já aprovou o estudo preliminar relativo à construção da variante norte à vila de Aljustrel, revela ao "CA" fonte oficial da autarquia mineira.
07h00 - sexta, 26/06/2020
Tecnologia 4G
vai chegar à mina
de Neves-Corvo
A mina de Neves-Corvo, situada no concelho de Castro Verde, será uma das primeiras em todo o mundo a dispor, ao longo dos seus mais de 90 quilómetros de túneis no subsolo, da tecnologia 4G/LTE (Long Term Evolution), que permitirá uma maior segurança operacional, o aumento da eficiência e de produtividade e a redução de custos na sua operação.

Data: 10/07/2020
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial