07h00 - sexta, 08/02/2019

Campo Branco:
Agro-ambientais com
financiamento em 2020

Campo Branco: Agro-ambientais com financiamento em 2020

É uma boa notícia para a lavoura do Campo Branco: em 2020 vai continuar a haver verbas para as medidas agro-ambientais, cujo prazo de vigência deveria terminar neste ano de 2019. A garantia foi deixada na passada semana, em Castro Verde, pelo próprio ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, durante as comemorações do 30º aniversário da Associação de Agricultores do Campo Branco.
Em declarações ao "CA", Capoulas Santos lembra que o anterior Governo PSD/CDS definiu que o actual pacote de medidas agro-ambientais seria de cinco anos, sem possibilidade de prorrogação, terminando em 2019. Depois dessa data, os novos contratos só seriam assinados no âmbito do futuro quadro comunitário de apoio, ainda em negociação. Por isso mesmo, o executivo do PS decidiu avançar com o prolongamento (e financiamento) da medida por mais um ano.
"Vamos encontrar a dotação financeira adequada para que possamos prolongar por mais um ano o pagamento das agro-ambientais, até que haja um novo quadro comunitário. Portanto, na inscrição para o RPU vai haver um campo no formulário em que [os agricultores] terão de dizer se pretendem ver prorrogado por mais um ano o seu contrato ou não", explica Capoulas Santos.
O ministro da Agricultura reconhece que esta decisão obrigará o Governo a fazer uma tremenda "ginástica orçamental", uma vez que a verba necessária para fazer face ao apoio das agro-ambientais em 2020 não estava prevista no orçamento do último ano do actual quadro comunitário.
"Agora vamos ter de encontrar [o montante necessário] através de pequenos retornos de outras medidas", afiança Capoulas Santos, que tece duras críticas ao Governo PSD/CDS nesta matéria, por ter ainda aprovado "mais 200 milhões de euros [de apoio] que o orçamento que estava disponível".
"O orçamento que o Governo anterior alocou às agro-ambientais foi de 500 milhões e celebrou contratos de 700 milhões. A alternativa tinha sido encontrar mais 200 ou cortar contratos, o que não fazia sentido, porque as pessoas todas assinaram o contrato de boa-fé", vinca o governante.
Garantida a verba para a medida em 2020, o ministro da Agricultura admite dois cenários possíveis para 2021: "Ou haverá uma nova reforma ou uma prolongação deste período, já com orçamento no novo quadro comunitário."
O presidente da Associação de Agricultores do Campo Branco reconhece que as agro-ambientais "são fundamentais para a continuidade da actividade" na região e, por isso mesmo, o anúncio feito pelo ministro da Agricultura em Castro Verde foi acolhido com muita satisfação.
"Este anúncio deixa-nos algum descanso. É uma boa prenda de aniversário", diz José da Luz da Pereira, lembrando que a agricultura no Campo Branco está "muito dependente" das ajudas comunitárias.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
10h13 - quinta, 18/04/2019
Novo equipamento de TAC no hospital de Beja
O novo equipamento de TAC (Tomografia Axial Computorizada) do Hospital José Joaquim Fernandes, em Beja, entrou em funcionamento nesta quinta-feira, 18 de Abril, representando um investimento de cerca de 1,2 milhões de euros.
07h00 - quinta, 18/04/2019
Cidade de Beja celebra
Dia dos Monumentos
A Câmara de Beja assinala nesta quinta-feira, 18 de Abril, o Dia dos Monumentos e Sítios com duas iniciativas no Moinho Grande, situado a poucos quilómetros da entrada da cidade por Ferreira do Alentejo.
07h00 - quinta, 18/04/2019
Escolas de Odemira
lideram na reciclagem
As escolas Básicas 2,3 Damião de Odemira (Odemira) e Básica nº1 de Sabóia lideram o ranking distrital finda a primeira fase da 11ª edição da "Geração Depositrão", iniciativa ambiental que visa a recolha de pilhas e de equipamentos eléctricos e electrónicos em fim de vida.
07h00 - quarta, 17/04/2019
Junta de Mértola
ensina a ler rótulos
A Casa das Artes Mário Elias, na vila de Mértola, recebe nesta quarta-feira, 17 de Abril, a partir das 21h00, a sessão "Como ler rótulos", promovida pela Junta de Freguesia local.
07h00 - quarta, 17/04/2019
CIMBAL aprova moção
sobre Notre Dame
A Assembleia Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL) aprovou na segunda-feira, 15, por unanimidade, uma moção onde manifesta "a sua profunda solidariedade" com França devido ao incêndio na catedral de Notre Dame, em Paris.

Data: 19/04/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial