07h00 - quarta, 10/04/2019

Castro Verde vai festejar
Abril na Praça da República

Castro Verde vai festejar Abril na Praça da República

Faltavam cinco minutos para as 23h00 na noite de 24 de Abril de 1974 quando a voz de Paulo de Carvalho ecoou no éter, através da Emissora Nacional, a cantar "E depois do adeus", naquela que foi a senha para a revolução que devolveu a liberdade a Portugal.
Uma canção histórica para os portugueses que será, seguramente, cantada pelo próprio Paulo de Carvalho no próximo dia 25 de Abril em Castro Verde, durante os festejos do 45º aniversário da Revolução dos Cravos.
O concerto de Paulo de Carvalho é um dos grandes destaques do programa comemorativo do 25 de Abril que a Câmara de Castro Verde está a preparar, no sentido de assinalar "com a dignidade e a relevância que a data exige e merece", como sublinha ao "CA" o presidente da autarquia.
De acordo com António José Brito, as comemorações de Abril deste ano em Castro Verde serão "uma festa especial, porque serão na rua e desafiarão todo o povo para juntar-se e honrar este momento muito marcante da nossa história".
A Praça da República será o "grande palco" das celebrações, que começam na noite de 24 de Abril com música popular, um concerto dos bejenses Virgem Suta, o tradiconal fogo-de-artifício e uma noite para os jovens. "Vamos celebrar a liberdade e procurar envolver as gerações mais jovens numa festa que é de todos nós e tem de ser vivida e sentida por todos", justifica António José Brito.
Para o dia 25 de Abril está prevista a actuação, a partir das 19h00, de Paulo de Carvalho. "Será uma presença muito simbólica do homem que estará para sempre ligado à história com a canção que serviu de primeira 'senha' para o avanço da Revolução de 1974. A par disso, o dia será de festa na rua, com a banda filarmónica nas freguesias e uma tarde popular também na Praça de República", observa António José Brito.
As comemorações do 45º aniversário do 25 de Abril em Castro Verde integram o programa de mais uma edição da "Primavera no Campo Branco", iniciativa da Câmara Municipal que se realiza entre os dias 20 e 30 de Abril.
Concertos, exposições, teatro, livros e leitura, artes plásticas, desporto, actividades infantis e de ar livre são algumas das iniciativas previstas para diversos pontos do concelho. Uma das novidades do evento é o "Fórum do Livro", que terá como espaço o Fórum Municipal e onde, a partir do dia 20, acontecem diferentes iniciativas em torno do livro, com destaque para a Feira do Livro, encontros com escritores e música.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - quarta, 20/11/2019
Câmara de Almodôvar
distinguida pelo IEFP
A Câmara de Almodôvar foi distinguida com a marca "Entidade Empregadora Inclusiva 2019", atribuída de dois em dois anos pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) como forma de reconhecer publicamente "práticas de gestão abertas e inclusivas, desenvolvidas por entidades empregadoras, relativamente às pessoas com deficiência e incapacidade".
07h00 - quarta, 20/11/2019
Junta de Mértola
incentiva poupança
A Junta de Freguesia de Mértola sorteou, no final de Outubro, aquando das comemorações do Dia Mundial da Poupança, três contas-poupança para crianças do pré-escolar e primeiro ciclo.
07h00 - terça, 19/11/2019
CDU e PS trocam
críticas em Castro Verde
As concelhias da CDU e do PS de Castro Verde emitiram comunicados onde trocam diversas críticas, com os comunistas a considerarem que os dois anos de mandato autárquico do PS no concelho têm sido de "má gestão", ao passo que os socialistas acusam a CDU de preferir "esconder a verdade" e de "não fazer oposição séria".
07h00 - terça, 19/11/2019
Câmara de Beja exige
requalificação da EN 121
A Câmara de Beja exige que o novo Governo tome "medidas rápidas" quer permitam a recuperação do pavimento da Estrada Nacional (EN) 121/ IP 8, no troço que abrange o concelho de Beja.
07h00 - terça, 19/11/2019
Ourique investe
143 mil euros
na Educação
A Câmara de Ourique viu aprovada por fundos comunitários uma candidatura no valor de quase 144 mil euros para a aquisição de equipamentos para todas as escolas do pré-escolar e do primeiro ciclo do concelho (com excepção de Ourique, que obteve financiamento há menos de 10 anos) e para a Escola Básica (EB) 2,3.

Data: 08/11/2019
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial