07h00 - segunda, 20/05/2019

Obras "dentro de pouco tempo"
na estrada de Santa Bárbara

Obras "dentro de pouco tempo" na estrada de Santa Bárbara

O presidente da Câmara de Castro Verde confia que as obras de requalificação da Estrada Municipal 508, entre Castro Verde e Santa Bárbara de padrões, e do Caminho Municipal 1139, de Santa Bárbara de padrões para a mina de Neves-Corvo, poderão avançar "dentro de pouco tempo". Trata-se de um investimento de quase 1,4 milhões de euros que, segundo escreveu António José Brito no editorial da última edição do boletim municipal "O Campaniço", será fundamental para a valorização do território e para a dinamização da economia local.
"Será uma etapa marcante, porque criará à solução que corresponde a uma reivindicação histórica das populações. Por outro lado, a nova estrada melhorará bastante a acessibilidade na freguesia e fortalecerá as dinâmicas económicas na importante zona mineira de Neves-Corvo, onde diariamente trabalham milhares de pessoas", sustenta o autarca castrense.
Com o início das obras já no horizonte, o presidente da Câmara de Castro Verde admite que este é um processo com "uma história antiga e que merece ser contada", remontando a 2002, altura em que a Junta de Freguesia de Santa Bárbara de Padrões começou a reivindicar "legitimamente as obras e, frequentemente, os responsáveis municipais foram dando nota que alguma coisa iria ser feita".
"Na verdade, quase 20 anos passados, pouco foi feito", acrescenta António José Brito, sublinhando que no mandato anterior, entre 2013 e 2017, com a CDU a comandar os destinos da autarquia, a obra foi adjudicada pelo montante de 1.372,519 euros. "Contudo, [o anterior executivo] assegurou financiamento de apenas 460.000 euros, o que, como é bom de perceber, era claramente insuficiente para dar início aos trabalhos! Fazendo as contas, precisávamos de pelo menos mais 900.000 euros para pagar a totalidade da obra", nota o autarca.
Ao mesmo tempo, continua António José Brito, "não foi feito qualquer acordo com os proprietários dos terrenos junto à estrada e, muitos deles, não estavam disponíveis para autorizar o início da obra". "Como se conclui, foi preciso fazer muito trabalho para criar as condições para arrancar com a requalificação da estrada", afiança.
O edil de Castro Verde recorda que o actual executivo, em funções desde Outubro de 2017, trabalhou durante o ano de 2018 "no modelo de financiamento" e assegurou "o dinheiro necessário para pagar a obra". "Fizemo-lo com um empréstimo bancário (925.000 euros) e através da venda de três habitações municipais (cera de 325.000 euros). Assim, neste momento, a Câmara de Castro Verde tem cerca de 90% do dinheiro necessário para pagar a empreitada", adianta.
António José Brito realça ainda o facto de terem sido entretanto iniciadas as negociações com mais de 20 proprietários, "para concretizar as expropriações". "Foi um processo negocial exigente, mas, nesta data, temos acordo, devidamente documentado, com 95% dos proprietários", garante.
"Em síntese, devidamente articulados com o empreiteiro, começam finalmente a estar reunidas as condições para, de uma vez por todas, fazer avançar as obras", sustenta o presidente da Câmara de Castro Verde, considerando que "este processo tem sido muito exigente". "E vale a pena sublinhar que alguns, durante longos anos, não quiserem ou não conseguiram criar as condições para que a obra avançasse. Felizmente, dentro de pouco tempo… irá avançar", conclui.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - quinta, 17/10/2019
EMAS Beja sensibiliza
para participação pública
Estimular a participação e integrar a comunidade na vida pública, através da apresentação de projectos, de ideias inovadoras e de soluções a implementar no concelho de Beja: são estas, em linhas gerais, as grandes metas da iPP-Iniciativa de Participação Pública, a nova aposta da Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS) de Beja na área da Educação e da Sensibilização Ambiental.
07h00 - quinta, 17/10/2019
Convívio de docentes
do concelho de Odemira
Dar as boas-vindas aos professores cerca de 400 docentes que em 2019-2020 vão ensinar nos 46 estabelecimentos de ensino do concelho é o grande objectivo do Convívio Anual do Docente, que a Câmara de Odemira promove nesta quinta-feira, 17.
09h55 - quarta, 16/10/2019
Acidente na A2 perto de Aljustrel provoca um morto
Um morto e dois feridos é, para já, o resultado da colisão entre um veículo pesado e uma carrinha de transporte de valores na Auto-estrada do Sul (A2), na zona de Aljustrel.
07h00 - quarta, 16/10/2019
CIMBAL aprova
orçamento para 2020
O conselho intermunicipal da Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL) aprovou na segunda-feira, 14, por unanimidade, as Grandes Opções do Plano, Orçamento e Mapa de Pessoal para o ano de 2020.
07h00 - quarta, 16/10/2019
Biblioteca de Odemira
recebe exposição sobre
dieta mediterrânica
A Biblioteca Municipal José Saramago, em Odemira, tem patente até ao dia 29 de Outubro a exposição "Dieta Mediterrânica Património Cultural Imaterial da Humanidade", elaborada pela Câmara de Tavira.

Data: 11/10/2019
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial