07h00 - terça, 09/07/2019

Trabalhador sofre electrocussão na mina de Aljustrel

Trabalhador sofre electrocussão na mina de Aljustrel

Um homem de 51 anos ficou ferido com gravidade nesta segunda-feira, 8 de Julho, depois de ter sofrido uma electrocussão durante trabalhos que estava a realizar na mina de Aljustrel. De acordo com algumas fontes, o acidente ocorreu cerca das 18h30 na lavaria, tendo a vítima, que trabalha para a empresa Efacec, sofrido queimaduras nas mãos e pernas.
No local esteve o INEM e os Bombeiros de Aljustrel, acabando o homem por ser transportado para o Hospital de São José, em Lisboa, no helicóptero do INEM.
O acidente já está a ser investigado pela Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT).


Notícias Relacionadas

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - sexta, 16/08/2019
Poupança de água
promovida em Mértola
Quatro juntas de freguesia do concelho de Mértola assinaram nesta quarta-feira, 14, com a Câmara Municipal local, as declarações de honra para a atribuição de prémios no âmbito do concurso "Dar o litro por Mértola".
07h00 - sexta, 16/08/2019
Equipamentos entregues
aos Bombeiros de Aljustrel
A comissão organizadora de eventos da Associação Humanitária de Bombeiros de Aljustrel (AHBVA) promove nesta sexta-feira, 16, pelas 19h00, uma sessão de apresentação e entrega dos equipamentos adquiridos com as verbas resultantes dos eventos realizados.
09h00 - quarta, 14/08/2019
Exército Português coloca
atrelado-cisterna em Ourique
O Estado-Maior-General das Forças Armadas, através do Exército Português, pré-posicionou em Ourique um atrelado-cisterna e respectiva guarnição, constituída por militares do Exército.
09h00 - quarta, 14/08/2019
Leonor Dargent
candidata pelo
Iniciativa Liberal
A jovem advogada Leonor Dargent é a cabeça-de-lista do partido Iniciativa Liberal (IL) pelo distrito de Beja nas eleições Legislativas agendadas para o próximo dia 6 de Outubro.
07h00 - segunda, 12/08/2019
Cercicoa promove
vida independente
Um serviço que pretende chegar às pessoas "que mais dele necessitam", "diferenciador" e que garanta o exercício dos "direitos de cidadania" dos seus beneficiários: é desta forma que o presidente da Cercicoa "apresenta" o novo Centro de Apoio à Vida Independente (CAVI) da instituição.

Data: 09/08/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial