07h00 - terça, 22/10/2019

Câmara de Odemira
aposta na Educação

Câmara de Odemira aposta na Educação

Contribuir para a promoção do sucesso escolar e para construir um território educativo "de qualidade" são os objectivos da Câmara de Odemira, que prevê investir mais de 2,5 milhões de euros na área da Educação no ano lectivo de 2019-2020.
O investimento decorre no âmbito do programa municipal OdeTe-Odemira Território Educativo e surge inserido no Projecto de Desenvolvimento Sócio-comunitário de Educação, explica fonte municipal, acrescentando que "muitas dessas acções e projetos vão muito além das estritas competências dos municípios previstas na lei".
Deste modo, continua a mesma fonte, os 2,5 milhões de investimento previsto na Educação são distribuídos em acções no âmbito do projecto de Promoção do Sucesso Escolar, alvo de financiamento através do Alentejo 2020 (520 mil euros); transportes escolares através de protocolos com as freguesias e a Rodoviário do Alentejo (778 mil euros); refeições escolares (506 mil euros) e actividades de apoio à família (362.292 euros).
O investimento inclui ainda os protocolos com os cinco agrupamentos de escolas para visitas de estudo, material pedagógico e TIC (120 mil euros); a atribuição de bolsas de estudo e de mérito (105 mil euros); o protocolo com a Escola de Artes do Alentejo Litoral para promoção do ensino articulado de música na Escola Damião de Odemira e na EB 2, 3 de Colos (35 mil euros); e a oferta dos cadernos de actividades e livros de fichas para todos os alunos do primeiro ciclo do ensino básico (20 mil euros).
A Acção Social Escolar implica uma verba de 5.000 euros para material escolar, a que se juntam mais 30 mil euros para a promoção das Ciências Experimentais e Território; 51.500 euros para a mobilidade para fins de aprendizagem de pessoal docente e não docente ao abrigo do projecto "Aprender Juntos com Erasmus + II"; 20 mil euros para o desenvolvimento do projecto de educação emocional nos ensino pré-escolar e primeiro e segundo ciclos; e 3.000 euros para o rastreio de daltonismo.
A par de tudo isto, a Câmara de Odemira tem em conclusão a construção do novo Centro de Escolar de São Teotónio, um investimento avaliado em pouco mais de 1,7 milhões de euros. E já em Outubro foi adjudicada a empreitada de ampliação do Centro Escolar de São Luís, obra que custará mais de 1,5 milhões de euros.
Ainda na área da Educação, e com o objectivo de dar a conhecer as mascotes "Cegonha", "Javali" (o "Bolota") e "Lontra" (a "Água Mira"), que são a imagem de algumas das actividades do programa Odemira Território Educativo, a autarquia distribuiu livros de colorir pelas crianças dos jardins-de-infância e escolas do primeiro ciclo de todos os agrupamentos de escolas do concelho, com desenhos das mascotes em diferentes cenários.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - sábado, 14/12/2019
Praça Dr. Carlos Moreira
inaugurada em Beringel
Os presidentes da Câmara de Beja e da Junta de Freguesia de Beringel, Paulo Arsénio e Vítor Besugo, respectivamente, inauguram neste sábado, 14, pelas 11h30, a requalificada Praça Dr.
07h00 - sexta, 13/12/2019
Estação Biológica
apresentada em Mértola
A Câmara de Mértola promove nesta sexta-feira, 13 de Dezembro, a apresentação pública da futura Estação Biológica de Mértola, que ficará situada no antigo edifício dos silos da EPAC.
07h00 - sexta, 13/12/2019
PS elogia reabertura
da Basílica de Castro
A Concelhia de Castro Verde do PS assinala "com grande alegria" a reabertura ao culto da Basílica Real da vila, concretizada na último domingo, 8, após uma primeira fase de obras de requalificação avaliadas em 65 mil euros.
07h00 - sexta, 13/12/2019
Câmara de Castro Verde
investe na área social
A Câmara de Castro Verde concedeu, ao longo do ano de 2019, um montante de cerca de 276 mil euros em auxílios financeiros às diferentes organizações de carácter social do concelho e em apois na área social.
07h00 - quinta, 12/12/2019
Agricultores e PSD contestam
restrições nas agro-ambientais
A Federação das Associações de Agricultores do Baixo Alentejo (FAABA) e a Distrital de Beja do PSD vieram a público contestar a decisão do Ministério da Agricultura de de restringir os apoios às medidas agro-ambientais a uma medida por beneficiário até ao próximo quadro comunitário.

Data: 06/12/2019
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial