07h00 - terça, 19/11/2019

CDU e PS trocam
críticas em Castro Verde

CDU e PS trocam críticas em Castro Verde

As concelhias da CDU e do PS de Castro Verde emitiram comunicados onde trocam diversas críticas, com os comunistas a considerarem que os dois anos de mandato autárquico do PS no concelho têm sido de "má gestão", ao passo que os socialistas acusam a CDU de preferir "esconder a verdade" e de "não fazer oposição séria".
De acordo com a CDU, que reuniu no sábado, 16, para fazer o balanço dos dois anos do mandato autárquico em curso, a gestão do PS tem evidenciado "falta de preparação" e "incompetência", sendo "marcada pela falta de visão estratégica, que se baseia na resposta imediata e populista".
"Se tivermos em conta o programa eleitoral que o PS apresentou, o futuro que anunciou parece cada vez mais distante", vincam os comunistas, acrescentando: "O PS tem revelado incompetência e uma manifesta falta de critérios que tem conduzido a opções políticas questionáveis".
No comunicado, a CDU afirma, entre outros pontos, que a dívida corrente da Câmara de Castro Verde "não pára de crescer", que "o PS já obteve autorização para contratar três empréstimos no valor de mais de 2,4 milhões de euros" e que há "desorientação" na política cultural.
Em resposta, e também através de comunicado, o PS diz estar "surpreendido". "Dois anos depois da derrota clara que sofreu democraticamente nas eleições, a CDU insiste em querer enganar as pessoas e tentar esconder a notória incompetência dos seus mandatos entre 2009 e 2017", sublinham os socialistas, acusando os comunistas de Castro Verde de preferirem "dizer mal do trabalho da Câmara Municipal, não falar do que não interessa, desinformar e até faltar à verdade".
De acordo com o PS, "além da gestão corrente", o actual executivo conseguiu, "em dois anos, iniciar obras na estrada de Santa Bárbara, no Pavilhão Municipal e no Centro de Artes, requalificar a rua da Seara Nova e apoiar expressivamente a requalificação da Basílica Real, requalificar a iluminação do Estádio Municipal (campo sintético), iniciar em breve as obras da rua Morais Sarmento, assegurar fundos comunitários para a Zona de Actividades Económicas, garantir a instalação de fibra óptica em Castro Verde, reduzir a taxa de IRS de 5 para 4%, lançar com sucesso o primeiro 'Orçamento Participativo' no concelho, criar ATL com horário completo nas férias de Verão, Natal e Páscoa para todas as crianças do concelho; fortalecer as competências e o trabalho do Gabinete de Acção Social em todo concelho, lançar os programas 'Castro Verde XXI' e 'Castro Jovem', criar o festival 'Sabores do Borrego', conceber uma nova imagem do Município e renovar o 'Campaniço'".
"Apesar de tudo isto, em dois anos de mandato para a CDU nada foi positivo", criticam os socialistas, que concluem: "A CDU esconde verdades, ignora o estado em que deixou a Câmara e não faz uma oposição séria! O PS de Castro Verde lamenta esta atitude e reafirma que a transparência, a dedicação e o trabalho dedicado dos seus eleitos está à vista de todos... menos daqueles que não o querem ver".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - sábado, 14/12/2019
Praça Dr. Carlos Moreira
inaugurada em Beringel
Os presidentes da Câmara de Beja e da Junta de Freguesia de Beringel, Paulo Arsénio e Vítor Besugo, respectivamente, inauguram neste sábado, 14, pelas 11h30, a requalificada Praça Dr.
07h00 - sexta, 13/12/2019
Estação Biológica
apresentada em Mértola
A Câmara de Mértola promove nesta sexta-feira, 13 de Dezembro, a apresentação pública da futura Estação Biológica de Mértola, que ficará situada no antigo edifício dos silos da EPAC.
07h00 - sexta, 13/12/2019
PS elogia reabertura
da Basílica de Castro
A Concelhia de Castro Verde do PS assinala "com grande alegria" a reabertura ao culto da Basílica Real da vila, concretizada na último domingo, 8, após uma primeira fase de obras de requalificação avaliadas em 65 mil euros.
07h00 - sexta, 13/12/2019
Câmara de Castro Verde
investe na área social
A Câmara de Castro Verde concedeu, ao longo do ano de 2019, um montante de cerca de 276 mil euros em auxílios financeiros às diferentes organizações de carácter social do concelho e em apois na área social.
07h00 - quinta, 12/12/2019
Agricultores e PSD contestam
restrições nas agro-ambientais
A Federação das Associações de Agricultores do Baixo Alentejo (FAABA) e a Distrital de Beja do PSD vieram a público contestar a decisão do Ministério da Agricultura de de restringir os apoios às medidas agro-ambientais a uma medida por beneficiário até ao próximo quadro comunitário.

Data: 06/12/2019
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial