07h00 - terça, 10/12/2019

Câmara de Odemira com
orçamento de 34,5 milhões

Câmara de Odemira com orçamento de 34,5 milhões

A Câmara de Odemira vai contar em 2020 com um orçamento de cerca de 34,5 milhões de euros, mais 1,3 milhões de euros que o valor orçamentado para o presente ano de 2019. O Orçamento e as Grandes Opções do Plano (GOP) já foram aprovados, por maioria, em reunião de Câmara e pela Assembleia Municipal de Odemira.
De acordo com fonte municipal, em 2020 a autarquia "continuará a centrar as suas opções prioritárias nas pessoas e no território, com um enfoque especial nas políticas sociais, culturais e no estímulo ao empreendedorismo e criação de emprego".
"Além destas prioridades essenciais, a Câmara Municipal de Odemira continuará a promover um acréscimo de investimento no ordenamento, planeamento, protecção e valorização do território incluindo a qualificação e regeneração urbana, ciente de que estas acrescentam oportunidades e qualidade de vida, eliminando riscos, promovendo a atração de novos investimentos e de riqueza local", acrescenta a mesma fonte.
Em 2020 a Câmara de Odemira prevê igualmente "um esforço considerável na manutenção e conservação de uma significativa parte da rede de estradas e caminhos municipais, com recurso a meios financeiros exclusivamente de origem municipal".
A par disto, a autaquia vai dar "continuidade à redução local de impostos para o alívio da carga fiscal dos munícipes e empresas", sendo que os valores de cobrança de serviços de água, águas residuais e resíduos sólidos vão manter-se "iguais aos preços aplicados desde 2010".
Para o novo ano a Câmara de Odemira prevê ainda continuar "a execução de investimentos municipais, condicionando a sua actuação ao equilíbrio financeiro permanente e às oportunidades proporcionadas pelo quadro comunitário (Portugal 2020), procurando maximizar o necessário investimento estruturante".
Em 2020 será também "promovida a revisão da estrutura dos serviços e respectivo quadro dirigente, e a contratação de efectivos qualificados e operacionais, face a reformas, aposentações e pedidos de mobilidade, continuando com a moderação possível na redução de custos e no controlo das despesas afectas aos gastos com o pessoal", acrescenta a Câmara de Odemira.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - sexta, 24/01/2020
Beja vai receber
ministros de
17 países da UE
A cidade de Beja vai receber, no próximo dia 1 de Fevereiro (sábado), a reunião anual do Grupo dos Amigos da Coesão da União Europeia (EU), que juntará os primeiros-ministros e ministros de Portugal, República Checa, Grécia, Lituânia, Polónia, Eslováquia, Eslovénia, Chipre, Croácia, Estónia, Hungria, Letónia, Bulgária, Malta, Roménia, Espanha e Itália.
07h00 - sexta, 24/01/2020
Três detidos por
tráfico em Beja
A GNR deteve nesta quarta-feira, 22, em, Beja, três homens, com idades entre os 24 e os 34 anos, por suspeitas da prática do crime de tráfico de estupefacientes no concelho.
07h00 - sexta, 24/01/2020
Autarcas reúnem com
presidente da ANACOM
Os autarcas do distrito de Beja reúnem nesta sexta-feira, 24, na sede da Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL), com o presidente da ANACOM-Autoridade Nacional de Comunicações.
07h00 - sexta, 24/01/2020
Estrada Nacional 2
é um "buraco pegado"
A 26 de Janeiro de 2018 a Infra-estruturas de Portugal (IP) anunciava, através do "CA", que ia avançar com uma empreitada de "grande requalificação" em parte do troço da Estrada Nacional (EN) 2 que liga Aljustrel a Castro Verde.
07h00 - quinta, 23/01/2020
Câmara de Aljustrel exige
obras na Estrada Nacional 2
A Câmara de Aljustrel apresentou nesta terça-feira, 21, nova exposição ao ministro das Infra-estruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, sobre o mau estado em que se encontro o troço Aljustrel-Castro Verde da Estrada Nacional (EN) 2.

Data: 24/01/2020
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial