07h00 - terça, 11/02/2020

PS e CDU
trocam críticas
em Castro Verde

PS e CDU trocam críticas em Castro Verde

PS e CDU de Castro Verde trocaram nos últimos dias diversas críticas, depois da Assembleia Municipal local ter aprovado, na noite de quinta-feira, 6, a contratação de um empréstimo por parte da Câmara Municipal junto do Banco Europeu de Investimento (BEI). Contudo, o empréstimo foi aprovado sem maioria, uma vez que a bancada da CDU optou pela abstenção, o que previsivelmente não permite o indispensável visto por parte do Tribunal de Contas, que exige que processos desta natureza sejam aprovados por maioria.
Perante a recusa da CDU em votar a favor (o que aliás já tinha acontecido noutro empréstimo), o PS de Castro Verde acusa a maioria comunista na Assembleia Municipal de "travar e adiar os processos e a resolução dos problemas" no concelho, "prejudicando claramente a população de Castro Verde".
"Mais uma vez, sem responsabilidade pública, a CDU utilizou a Assembleia Municipal para tentar 'bloquear' os investimentos da Câmara Municipal de Castro Verde", acusam os socialistas em comunicado, acrescentando: "A postura da CDU é incompreensível, porque, votando assim, impede a Câmara Municipal de recorrer a uma linha de crédito com juros muito baixos para apoiar a execução de fundos comunitários, não tendo igualmente implicações na capacidade de endividamento da autarquia".
Segundo o PS, "com esta posição, a CDU impede a Câmara de assegurar financiamento para executar obras muito importantes e há muito tempo por fazer" no concelho, "tal como a requalificação da Rua Morais Sarmento e da Escola Secundária ou a construção da Zona de Actividades Económicas, entre outras".
"A posição inaceitável foi assumida de forma consciente e premeditada, contribuindo assim, mais uma vez, para tentar criar obstáculos à dinâmica de investimento que a maioria PS do executivo municipal tem demonstrado nos últimos dois anos", concluem os socialistas.
Por sua vez, a CDU justifica a sua posição "com o facto de algumas das obras inscritas neste empréstimo ainda não terem candidaturas a financiamento comunitário apresentadas e muito menos aprovadas".
"Reafirmamos que o recurso ao crédito é lícito e eventualmente necessário, mas queremos que os processos sejam limpos, claros e legais", continua a CDU de Castro Verde em comunicado, vincando "que os montantes em causa correspondem apenas à contrapartida financeira da Câmara Municipal para a realização destas obras".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
08h00 - domingo, 05/04/2020
"Vivemos um estado
de crise no Brasil"
Nuno Seno, natural de Aljustrel, dirige uma empresa ligada à área da energia em Fortaleza, no Brasil, e conta ao "CA", em discurso directo, como está o "gigante" da América do Sul a lidar com a pandemia da Covid-19.
08h00 - domingo, 05/04/2020
Bolsa de Voluntariado
criada no distrito
A Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL), o Centro Humanitário de Beja da Cruz Vermelha Portuguesa e o Centro Distrital de Beja da Segurança Social criaram recentemente a Bolsa de Voluntariado do Baixo Alentejo.
08h00 - domingo, 05/04/2020
CM Castro Verde distribui
viseiras por instituições locais
A Câmara de Castro Verde entregou nos últimos dias mais de uma centena de viseiras a isntituições sociais e forças de segurança do concelho, no sentido de reforçar a prevenção face à pandemia de Covid-19 que afecta Portugal.
12h25 - sábado, 04/04/2020
Alentejo regista
63 casos positivos
de Covid-19
Até à meia-noite desta sexta-feira, 3, o Alentejo registou 63 casos positivos de Covid-19 e nenhum óbito, adianta o relatório de situação diário publicado pela Direcção Geral da Saúde (DGS).
08h00 - sábado, 04/04/2020
Lares e UCC com novas
regras para a Covid-19
O Governo aprovou nesta quinta-feira, 2, um novo despacho que determina os "circuitos e procedimentos" a adoptar pelos lares de idosos e equipamentos da Rede Nacional de Cuidados Integrados onde sejam detectados casos de infecção por Covid-19.

Data: 03/04/2020
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial