07h00 - quarta, 12/08/2020

Castro Verde: Presidente da Assembleia Municipal renuncia ao cargo

Castro Verde: Presidente da Assembleia Municipal renuncia ao cargo

A presidente da Assembleia Municipal de Castro Verde, Ana Paula Baltazar, eleita pela CDU, apresentou a sua renúncia ao cargo e ao mandato de vogal neste órgão na noite desta terça-feira, 11, em sessão extraordinária da Assembleia. A decisão de Ana Paula Baltazar tem por base uma queixa no Tribunal Fiscal e Administrativo de Beja, apresentada a 26 de Junho pelo então vogal do PS Leandro Gonçalves, invocando a sua inelegibilidade, uma vez que em 2017, data das últimas eleições Autárquicas, se encontrava na condição de insolvente.
"Por estas razões houve necessidade de ter uma postura vertical, transparente e honesta e, sabendo que existia uma situação que não estava em conformidade com o preceituado na lei, [decidi] optar justamente pela renúncia", justificou a agora ex-presidente da Assembleia Municipal de Castro Verde em declarações à Rádio Castrense (Castro Verde).
Em comunicado emitido após a renúncia de Ana Paula Baltazar, a CDU de Castro Verde esclarece que, "durante o processo de candidatura, a entidade competente para fiscalizar a regularidade da candidatura, não detectou a irregularidade, tendo confirmado a legalidade da mesma".
A CDU realça ainda, "com orgulho, a forma exemplar, idónea, responsável e respeitadora como a Ana Paula Baltazar exerceu os seus mandato e cargo para que foi eleita, em contraste com a falta de lealdade institucional demonstrada pelo grupo dos eleitos do Partido Socialista e pelo seu então 'líder', Leandro Gonçalves".
Por sua vez, também em comunicado, o PS de Castro Verde "considera lamentável que a CDU de Castro Verde, durante quase três anos, tenha sustentado e permitido a situação completamente ilegal da presidência da Mesa da Assembleia Municipal", uma vez que "sabia, desde o início deste mandato, que a presidente da Assembleia Municipal não podia exercer qualquer cargo autárquico por ser inelegível".
"No entanto, a CDU e os seus principais dirigentes, que sempre se assumem como 'donos exclusivos da transparência e da honestidade', promoveram em Castro Verde uma situação de total ilegalidade", nota o comunicado.
Os socialistas frisam ainda que, "neste momento sem comparação" no concelho, "esperava-se da CDU que não reagisse com uma estratégia de vitimização e que não se demitisse da sua evidente responsabilidade" e que, "com a mesma decência que teve a ex-presidente da Assembleia Municipal, os principais dirigentes do PCP/CDU em Castro Verde tivessem a dignidade de dar a cara e de não se esconderem".
"Quem toma todas as decisões colectivamente… tem de assumir todas as responsabilidades e ilegalidades colectivamente", continua o comunicado.
O PS de Castro Verde conclui afirmando que "este episódio muito triste na vida democrática do concelho volta a demonstrar com clareza que um partido como a CDU, que promoveu a ilegalidade em Castro Verde, não pode merecer a confiança dos castrenses".


Notícias Relacionadas

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - quinta, 24/09/2020
Presidente do PSD quer mais eleitos
autárquicos no distrito de Beja
O presidente do PSD quer reforçar a implantação do partido no distrito de Beja e, nesse sentido, ambiciona garantir mais eleitos social-democratas nas eleições Autárquicas de 2021.
07h00 - quinta, 24/09/2020
Mértola com plano de
adaptação à pandemia
para a Educação
Minimizar os riscos de contágio pelo novo coronavírus entre a comunidade escolar local é o principal objectivo do Plano de Adaptação à Covid-19 que acaba de ser lançado pela Câmara de Mértola, em parceria com o Centro ABC-Algarve Biomedical Center, e representa um investimento de cerca de 33500 euros.
07h00 - quinta, 24/09/2020
Embaixador da Suíça
reuniu com executivo
da Câmara de Beja
O executivo da Câmara de Beja recebeu na terça-feira, 22, o embaixador da Suíça em Portugal, André Regli, numa visita oficial que teve como objectivo apresentar a nova cônsul da Embaixada, Magdalena Betschart, e o novo cônsul honorário em Loulé, Thomas Kottmann, cuja área de jurisdição abrange o distrito de Beja.
07h00 - quarta, 23/09/2020
Crianças da creche de Ourique com testes à Covid-19 negativos
Os testes de despistagem à Covid-19 realizados a 18 crianças da creche da Misericórdia de Ourique, onde foram detectados dois caso positivos na passada semana ligados ao surto de Santa Luzia, deram todos negativos, adianta ao "CA" o presidente da Câmara Municipal local.
07h00 - quarta, 23/09/2020
Presidente do PSD debate
aeroporto de Beja com a Distrital
Rui Rio, presidente do PSD, vai estar nesta quarta-feira, 23, na cidade de Beja, para uma reunião de trabalho solicitada pela Comissão Política Distrital de Beja, liderada por Gonçalo Valente.

Data: 11/09/2020
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial