09h56 - quinta, 27/11/2008

Nova central solar já funciona em Mértola

Nova central solar já funciona em Mértola

A segunda central solar no concelho de Mértola já funciona em pleno, após um investimento de quase 12 milhões de euros para produzir energia "limpa" durante 25 anos, disse hoje à Lusa fonte ligada ao projecto.
Propriedade do grupo português de energias renováveis Cavalum, a Central Fotovoltaica de Olva, com uma capacidade instalada de quase 2,4 megawatts (MW) e 14.870 painéis solares, situa-se num terreno de seis hectares, na Herdade das Pereiras, freguesia de São Miguel do Pinheiro.
A central, que desde o passado mês de Abril produzia energia para a rede eléctrica nacional de forma parcial, através dos primeiros 500 Kilowatts (KW) instalados, ficou concluída e começou a funcionar em pleno na primeira semana deste mês, disse à agência Lusa Francisco Ribeiro, da Jayme da Costa, empresa responsável pela instalação.
Com uma produção anual estimada de 3.800 megawatts/hora (MWh), o suficiente para abastecer 980 habitações, indicou, a central vai permitir evitar anualmente cerca de 2.650 toneladas de emissões de gases de efeito de estufa (CO2) em comparação com uma produção equivalente a partir de combustíveis fósseis.
A Central Solar Fotovoltaica de Olva é a segunda instalação do género no concelho de Mértola, depois da Central Fotovoltaica da Corte Pão e Água, também do grupo Cavalum.
Com 756 KW pico de potência e 12.600 painéis solares, a Central da Corte Pão e Água, instalada num terreno de 3,2 hectares na herdade com o mesmo nome, na freguesia de São João dos Caldeireiros, começou a produzir no final de Maio de 2007.
Com uma produção anual estimada de 1.200 MW/hora de energia, o suficiente para fornecer cerca de 340 habitações domésticas, a Central da Corte Pão e Água irá evitar 826 toneladas de emissões de CO2 por ano.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - quarta, 20/11/2019
Câmara de Almodôvar
distinguida pelo IEFP
A Câmara de Almodôvar foi distinguida com a marca "Entidade Empregadora Inclusiva 2019", atribuída de dois em dois anos pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) como forma de reconhecer publicamente "práticas de gestão abertas e inclusivas, desenvolvidas por entidades empregadoras, relativamente às pessoas com deficiência e incapacidade".
07h00 - quarta, 20/11/2019
Junta de Mértola
incentiva poupança
A Junta de Freguesia de Mértola sorteou, no final de Outubro, aquando das comemorações do Dia Mundial da Poupança, três contas-poupança para crianças do pré-escolar e primeiro ciclo.
07h00 - terça, 19/11/2019
CDU e PS trocam
críticas em Castro Verde
As concelhias da CDU e do PS de Castro Verde emitiram comunicados onde trocam diversas críticas, com os comunistas a considerarem que os dois anos de mandato autárquico do PS no concelho têm sido de "má gestão", ao passo que os socialistas acusam a CDU de preferir "esconder a verdade" e de "não fazer oposição séria".
07h00 - terça, 19/11/2019
Câmara de Beja exige
requalificação da EN 121
A Câmara de Beja exige que o novo Governo tome "medidas rápidas" quer permitam a recuperação do pavimento da Estrada Nacional (EN) 121/ IP 8, no troço que abrange o concelho de Beja.
07h00 - terça, 19/11/2019
Ourique investe
143 mil euros
na Educação
A Câmara de Ourique viu aprovada por fundos comunitários uma candidatura no valor de quase 144 mil euros para a aquisição de equipamentos para todas as escolas do pré-escolar e do primeiro ciclo do concelho (com excepção de Ourique, que obteve financiamento há menos de 10 anos) e para a Escola Básica (EB) 2,3.

Data: 08/11/2019
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial