08h22 - segunda, 23/11/2009

Professor do Politécnico lidera Organização Internacional da Vinha

Professor do Politécnico lidera Organização Internacional da Vinha

A criação de um guia para a produção integrada de uvas de mesa e o incremento da produção de uvas para passa são duas das metas estabelecidas para o triénio 2009-2012 pelo bejense Luís Peres de Sousa, eleito em Junho, na Croácia, para o cargo de presidente da sub-comissão para as uvas de mesa, passas e produtos não fermentados da vinha da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV), a entidade que regula todo o sector vitivinícola a nível mundial.
Com 57 anos, o professor na Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Beja (IPB) foi eleito para esta estrutura integrada no comité executivo da OIV depois de nos últimos três anos ter desempenhado o papel de vice-presidente da mesma. Uma escolha que Peres de Sousa considera uma "honra" para si próprio, para o IPB e para Portugal, estando ciente da "importante missão" que agora tem em mãos.
"Sabemos que o trabalho será árduo, mas queremos conduzir a sub-comissão por trabalhos que permitam um salto tecnológico bastante importante" para o sector, nota ao "CA" o docente, explicando que o plano estratégico da OIV para este triénio prevê a elaboração de um guia de agricultura sustentável "para a produção integrada da uva de mesa", assim como investigação nas áreas "de produção integrada e na produção em modo biológico".
Paralelamente, acrescenta Peres de Sousa, a sub-comissão já tem a trabalhar "um grupo direccionado para a uva para passa", nicho "que poderá ter muito interesse" no futuro próximo. "Há países que não estão muito ligados à enologia mas mais ligados à produção de uva de fresca ou à uva para passa", justifica.

Sector com potencial. Docente e produtor de uvas de mesa, Luís Peres de Sousa é um acérrimo defensor desta cultura, que, garante possui enorme potencial numa região como o Baixo Alentejo. O problema, afiança, é a necessidade de muita mão-de-obra.
"Estamos numa zona em que temos água e a questão da cultura poder tomar um avanço significativo irá depender da evolução tecnológica. Mas para já, o seu desenvolvimento está condicionado pelo facto de ser uma cultura que necessita de muita mão-de-obra para conseguir estabelecer-se", esclarece.

Regulador mundial. Herdeira do Office International de la Vigne e du Vin, a OIV entrou em funcionamento em Março de 2004, contando com 39 países-membros de todo o mundo. Com atribuições ao nível da regulação e investigação no sector, a OIV tem por objectivos indicar aos seus membros as medidas que permitem ter em conta as preocupações dos produtores, dos consumidores e dos outros actores da fileira; cooperar com as outras organizações internacionais inter-governamentais e não-governamentais; e contribuir para a harmonização internacional das práticas e normas existentes, podendo elaborar, desde que necessário, novas directrizes.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - terça, 18/02/2020
Ourique constrói novas ETAR
em Grandaços e Santana da Serra
A Câmara de Ourique vai investir um total de cerca de 283 mil euros nas novas estações de tratamento de águas residuais (ETAR) nas aldeias de Grandaços (já construída) e de Santana da Serra (em construção).
07h00 - terça, 18/02/2020
EMAS faz obras
em Santa Vitória
A Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS) de Beja vai iniciar, já no mês de Março, uma intervenção na rede de água da aldeia de Santa Vitória, num investimento avaliado em cerca de 28 mil euros.
07h00 - terça, 18/02/2020
CM Odemira atribui
bolsas de estudo
A Câmara de Odemira vai atribuir, neste ano lectivo de 2019-2020, um total de 61 bolsas de estudo a alunos do concelho que frequentam o ensino superior e três prémios de mérito para alunos do ensino secundário, num investimento de quase 75 mil euros.
07h00 - segunda, 17/02/2020
"PS presta contas"
na cidade de Beja
O Beja Parque Hotel, na cidade de Beja, recebe nesta segunda-feira, 17, pelas 21h00, a iniciativa "PS Presta Contas", que contará com a presença na ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão.
07h00 - segunda, 17/02/2020
Saúde no concelho de Odemira
preocupa deputados do PS
Os dois deputados do PS eleitos por Beja questionaram a ministra da Saúde sobre as carências na área da Saúde verificadas no concelho de Odemira e sobre a escassez de profissionais de saúde e de equipamentos no Hospital do Litoral Alentejano.

Data: 07/02/2020
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial