08h42 - segunda, 12/07/2010

Polémica: Concurso público na Câmara de Serpa ganho pela filha do presidente

Polémica: Concurso público na Câmara de Serpa ganho pela filha do presidente

O PS quer avaliar o concurso público para um cargo de engenheiro civil da Câmara Municipal de Serpa que foi ganho pela filha do presidente do município e cujo júri era presidido por um primo do autarca.
Os eleitos do PS na Assembleia Municipal de Serpa querem "avaliar o processo de selecção", porque "receberam uma carta de um dos candidatos excluídos" e "há vários elementos que suscitam dúvidas", explicou o coordenador da bancada socialista daquele órgão, Paulo Pisco.
Entre os elementos, precisou, consta "a coincidência" de a candidata escolhida ser Amélia Rocha da Silva, filha do presidente da Câmara, João Rocha.
Por outro lado, o júri do concurso era presidido por "um primo do autarca e da seleccionada", Carlos Rocha, disse Paulo Pisco, frisando tratar-se de "um grau de parentesco tipificado na lei e que inviabiliza o concurso".
Um total de 24 pessoas concorreram ao concurso lançado pela Câmara de Serpa para recrutamento de um técnico superior na área de engenharia civil para a divisão de obras municipais, publicado em Diário da República no passado dia 15 de Março e que incluía três métodos de selecção (prova de conhecimentos, avaliação psicológica e entrevista profissional).
Desses candidatos, precisou Paulo Pisco, apenas metade fez a prova de conhecimentos, que decorreu a 28 de Maio, e só três conseguiram classificação positiva, de entre os quais Amélia Rocha da Silva, que obteve a mais elevada (17,7 valores), seguindo-se o segundo classificado com 12,8 e o terceiro com 10.
Destes três candidatos, dois fizeram a prova psicológica, na qual Amélia Rocha da Silva obteve 16 valores e o outro candidato oito valores. Só a filha do autarca de Serpa chegou ao terceiro e último método de selecção, a entrevista profissional, em que conseguiu 16 valores.
Segundo Paulo Pisco, há uma "grande disparidade" entre a classificação de Amélia Rocha da Silva e as dos nove candidatos que obtiveram notas negativas na prova de conhecimentos, "uma média de 6,5 valores, o que inviabiliza qualquer hipótese de recurso de reavaliação de provas".
Os eleitos do PS querem também "esclarecimentos" sobre "o tempo muito escasso" que o júri levou a corrigir e a avaliar as 12 provas, ou seja, entre 28 (sexta feira) e 31 de Maio (segunda feira), já que "os resultados foram divulgados no dia 01 de Junho" (terça feira).
"Perante todos estes elementos", os eleitos do PS na Assembleia Municipal de Serpa querem "avaliar o processo" e já pediram ao executivo da Câmara as atas e outros elementos informativos relativos ao concurso público, explicou.

"Não me meti, nem me vou meter"

"Não me meti, nem vou meter-me no concurso", assegurou à Agência Lusa o presidente da Câmara de Serpa, João Rocha, que remeteu esclarecimentos para o vice-presidente da autarquia, Tomé Pires. Contactado pela Lusa, Tomé Pires garantiu que o concurso, que "ainda não terminou, porque está na fase de audiência prévia", decorreu "dentro das normas legais". "Mas há um elemento particular [a seleccionada ser filha do presidente da Câmara] que está a ser aproveitado politicamente", lamentou, referindo que "a composição do júri foi aprovada em reunião de Câmara" e "o concurso, à semelhança de anteriores, foi mais célere do que o normal, porque há necessidade de técnicos na autarquia".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
13:06, Segunda-feira, 12 de Janeiro de 2020
Kruzes Kanhoto
Os autarcas reconhecem à distância, e também ao perto, os mais competentes!

07h00 - quinta, 24/09/2020
Presidente do PSD quer mais eleitos
autárquicos no distrito de Beja
O presidente do PSD quer reforçar a implantação do partido no distrito de Beja e, nesse sentido, ambiciona garantir mais eleitos social-democratas nas eleições Autárquicas de 2021.
07h00 - quinta, 24/09/2020
Mértola com plano de
adaptação à pandemia
para a Educação
Minimizar os riscos de contágio pelo novo coronavírus entre a comunidade escolar local é o principal objectivo do Plano de Adaptação à Covid-19 que acaba de ser lançado pela Câmara de Mértola, em parceria com o Centro ABC-Algarve Biomedical Center, e representa um investimento de cerca de 33500 euros.
07h00 - quinta, 24/09/2020
Embaixador da Suíça
reuniu com executivo
da Câmara de Beja
O executivo da Câmara de Beja recebeu na terça-feira, 22, o embaixador da Suíça em Portugal, André Regli, numa visita oficial que teve como objectivo apresentar a nova cônsul da Embaixada, Magdalena Betschart, e o novo cônsul honorário em Loulé, Thomas Kottmann, cuja área de jurisdição abrange o distrito de Beja.
07h00 - quarta, 23/09/2020
Crianças da creche de Ourique com testes à Covid-19 negativos
Os testes de despistagem à Covid-19 realizados a 18 crianças da creche da Misericórdia de Ourique, onde foram detectados dois caso positivos na passada semana ligados ao surto de Santa Luzia, deram todos negativos, adianta ao "CA" o presidente da Câmara Municipal local.
07h00 - quarta, 23/09/2020
Presidente do PSD debate
aeroporto de Beja com a Distrital
Rui Rio, presidente do PSD, vai estar nesta quarta-feira, 23, na cidade de Beja, para uma reunião de trabalho solicitada pela Comissão Política Distrital de Beja, liderada por Gonçalo Valente.

Data: 11/09/2020
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial