08h51 - terça, 03/08/2010

Politécnico de Beja mantém valor das propinas no próximo ano lectivo

Politécnico de Beja mantém valor das propinas no próximo ano lectivo

Segundo adianta hoje a Rádio Pax, o Instituto Politécnico de Beja (IPB) vai manter o valor das propinas no próximo ano lectivo para "não agravar a situação dos estudantes" na actual conjuntura económica, revelou Ana Luísa Fernandes, vice-presidente da instituição.
As propinas anuais para as licenciaturas foram fixadas em 780 euros e, para os cursos do 2º ciclo (mestrado), o custo anual é de 950 euros. As propinas para os Cursos de Especialização Tecnológica (CET) são de 500 euros. Os mestrados profissionalizantes terão um custo de 780 euros, um valor igual ao das licenciaturas.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
00h00 - sexta, 23/02/2018
"AgdA vai investir
64 milhões no distrito
de Beja até 2020"
O presidente do conselho de administração da Águas Públicas do Alentejo (AgdA), Joaquim Marques Ferreira, revela ao "CA" os investimentos que a empresa tem em curso no Baixo Alentejo, que superam os 60 milhões de euros.
00h00 - sexta, 23/02/2018
EMAS Beja dinamiza
"Heróis da Água"
A Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS) de Beja iniciou nesta semana mais uma edição do projecto de sensibilização ambiental "Heróis da Água", destinado aos mais novos.
00h00 - sexta, 23/02/2018
Câmara de Odemira
descentraliza reuniões
Envolver a população nas decisões políticas e na gestão do território é o grande objectivo da Câmara de Odemira com a realização de reuniões nas freguesias, no âmbito do programa municipal "Odemira Participa".
07h00 - quinta, 22/02/2018
"Beja Educa" nas
escolas do concelho
Promover um ensino de qualidade para todos e o sucesso escolar é o grande objectivo do programa municipal "Beja Educa", que a Câmara de Beja tem no terreno em várias escolas do concelho.
07h00 - quinta, 22/02/2018
CM Castro Verde
vai regularizar
vínculos precários
Garantir a estabilidade "profissional e pessoal" dos colaboradores que tenham um vínculo de trabalho precário com a autarquia é o objectivo da Câmara de Castro Verde, que já está a avançar com o processo de regularização de trabalhadores com este tipo de vínculos contratual.

Data: 09/02/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial