09h04 - sexta, 09/09/2011

Comboios: Assembleia da República "chumbou" ligações directas entre Lisboa e Beja

Comboios: Assembleia da República "chumbou" ligações directas entre Lisboa e Beja

A maioria PSD/CDS na Assembleia da República "chumbou" três os projectos de resolução sobre as ligações ferroviárias a Beja apresentados pelo Partido Ecologista "Os Verdes", PCP e Bloco de Esquerda.
A votação decorreu na tarde de quinta-feira, 8, e a votação favorável dos três grupos parlamentares proponentes foi insuficiente, uma vez que o PS se absteve e a maioria PSD/CDS-PP votou contra.
Refira-se que o deputado socialista eleito por Beja, Luís Pita Ameixa, contrariou a linha de abstenção do seu partido e votou a favor dos projectos. Mário Simões, deputado do PSD eleito por Beja, votou contra.
Em declarações à Rádio Pax, o professor Florival Baiôa Monteiro, membro do movimento "Beja Merece", mostrou-se "contente" com o voto das bancadas dos partidos mais à esquerda e com voto favorável de Luís Ameixa e de mais três deputados do PS.
Baiôa Monteiro disse ainda que compreende "em parte" a estratégia política das bancadas do PSD e do CDS.
Os projectos dos diferentes partidos recomendavam a ligação directa Beja-Lisboa por comboio intercidades, a electrificação do troço entre Casa Branca e Ourique e a continuação da ligação ferroviária entre o Beja e o Algarve através da Funcheira.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
16:45, Sábado, 10 de Abril de 2018
Queremos comboio mas sem projecto alternativo. Os políticos da Terra não sabem apresentar projectos. Tinham que amarrar o PSD/PP ao projecto porque caso contraio eles logo iam dizer assim não nos interessa viabilizar ideias que mais tarde não lhe rendem votos.


Ligações directas não interessa nem a CP nem a Beja.


O que realmente conta é a passagem do Comboio por Beja.


Directo: Beja não tem condições por um tal serviço de meia qualidade.


Sarkozy inaugurou um troço de TGV (3 mil milhões de euros de investimento) esta semana mas o TGV vai de paris a outras duas Cidades principais de país vizinho.


Caso contrario a Rede Expresso de autocarros que passam por Beja directo do norte a sul do país, seca o futuro ferroviário.


E um Aeroporto beja sem Comboio e sem Metro também é para não ser viável.


Saber fazer mal o Terreiro do Paço é muito criativo.

00h00 - segunda, 22/01/2018
Aljustrel define estratégia
para 2018 na área
da protecção civil
A Comissão Municipal de Protecção Civil de Aljustrel aprovou na passada semana o seu plano de trabalho para 2018, que inclui acções de sensibilização e outras intervenções.
00h00 - segunda, 22/01/2018
Unidade Móvel de
Saúde de Mértola com
campanhas no "terreno"
A Unidade Móvel de Saúde da Câmara de Mértola inicia nesta semana duas novas campanhas de sensibilização da população para a necessidade de prevenção de quedas e sobre os perigos da auto-medicação.
00h00 - segunda, 22/01/2018
EMAS Beja traça
prioridades para 2018
A Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS) de Beja tem como grande prioridade em 2018 realizar "intervenções muito cirúrgicas e específicas em toda a rede de águas, quer da cidade quer das freguesias rurais".
07h00 - domingo, 21/01/2018
DECO dá apoio
jurídico em Odemira
A DECO/ Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor iniciou nesta semana as sessões gratuitas de atendimento ao consumidor na vila de Odemira em 2018, que decorrerão sempre na terceira quinta-feira de cada mês.
00h00 - domingo, 21/01/2018
Beja: PS elogia orçamento,
CDU critica algumas opções
A Assembleia Municipal de Beja aprovou nesta semana o Orçamento e Grandes Opções do Plano para 2018 da Câmara, no valor de 33,8 milhões de euros, mas o documento é avaliado de diferente forma por PS e CDU.

Data: 12/01/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial