08h29 - terça, 18/10/2011

Freguesias do distrito de Beja vão hastear bandeiras negras e colocar faixas contra extinção

Freguesias do distrito de Beja vão hastear bandeiras negras e colocar faixas contra extinção

Juntas de freguesia do distrito de Beja vão hastear bandeiras negras e colocar faixas nas suas sedes contra a extinção de freguesias prevista na reforma da administração local, que, alertam, "só contribuirá para um maior despovoamento e desertificação".
Juntas de freguesias do distrito de Beja estão "frontalmente contra a extinção ou aglomeração de qualquer freguesia, a não ser por vontade própria dos seus órgãos e das suas populações", disse hoje à Agência Lusa o coordenador distrital de Beja da Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE), Álvaro Nobre.
Por isso, as juntas vão manifestar o seu "repúdio pela extinção de freguesias" através de várias "formas de luta", como hastear bandeiras negras e colocar faixas nas suas sedes a dizer "Não à extinção da nossa freguesia", o que deverá acontecer a partir do final desta semana, disse.
Para "envolver e mobilizar a população na luta", as juntas vão promover plenários, vigílias e assembleias de freguesia extraordinárias com a participação das populações e um abaixo-assinado, que, após recolhidas as assinaturas necessárias, será entregue na Assembleia da República.
Segundo o também presidente da Junta de Freguesia de Cabeça Gorda, no concelho de Beja, as juntas querem promover uma manifestação em frente da Assembleia da República no dia em que o abaixo-assinado for entregue.
As "formas de luta" foram decididas num encontro que decorreu no sábado, em Beja, e juntou representantes de "cerca de 40" das 100 juntas de freguesia do distrito, disse Álvaro Nobre.
O encontro, promovido pela delegação de Beja da ANAFRE, serviu para analisar o Documento Verde da Reforma da Administração Local proposto pelo Governo.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
15:37, Terça-feira, 18 de Março de 2019
Vai- a Odemira perguntar



Odemira é que pode dizer se vale a pena ser grande ou não?



Pelo menos mais nenhum concelho tem essa experiencia de ser grande como Odemira sempre foi.



É pena é que Odemira para o Terreiro do Paço não exista.



08h00 - quinta, 20/06/2019
Beja: Obras no museu
da rua do Sembrano
A Câmara de Beja iniciou na terça-feira, 18 de Junho, as obras de impermeabilização da cobertura do edifício onde funciona o Núcleo Museológico do Sembrano, criado no âmbito do programa "BejaPolis".
08h00 - quinta, 20/06/2019
PCP preocupado com
carência de médicos
Os deputados do PCP João Dias, Carla Cruz e Paula Santos questionaram o Governo, através do Ministério da Saúde, sobre a carência de médicos no Centro de Saúde de Aljustrel e na Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA).
07h00 - quarta, 19/06/2019
Câmara de Ourique promove ATL de Verão
Ocupar as férias escolares das crianças e jovens do concelho é o objectivo da Câmara de Ourique, que a partir da próxima segunda-feira, 24 de Junho, promove mais uma edição do ATL de Verão para os alunos do pré-escolar e primeiro ciclo do ensino básico.
07h00 - quarta, 19/06/2019
Governo disponível para
ajudar pescadores da Azenha
O secretário de Estado das Pescas garante que o Governo está disponível para colaborar com a Câmara de Odemira e a ACDPMAM na recuperação dos equipamentos do portinho de pesca da Azenha do Mar destruídos pelo incêndio de 6 de Maio.
07h00 - quarta, 19/06/2019
Mercedes Guerreiro
apresenta novo livro
O Triunfo dos Valentes: Luta e Resistência numa vila mineira do século XX é o título do novo livro de Mercedes Guerreiro, que é apresentado nesta quarta-feira, 19 de Junho.

Data: 14/06/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial