00h00 - sexta, 21/12/2012

IPBeja ensina, produz... e vende

IPBeja ensina, produz... e vende

Nem só de aulas vive o Politécnico de Beja! Espaço de formação e cultura, a porta do instituto está também aberta à comunidade… e ao melhor que o Alentejo tem. O exemplo está na loja "Cubo", situado no edifício dos Serviços Comuns do IPBeja e onde se divulgam os autores e os artesãos da região, ao mesmo tempo que se vende mel, compotas, vinho ou fruta da época. Esta chega desde o Centro Hortofrutícola da instituição, situado a um par de quilómetros de Beja onde se pode respirar o ar puro do campo e aprender a fazer.
"É um espaço onde os alunos têm aulas práticas das disciplinas das unidades curriculares de horticultura, fruticultura, viticultura e olivicultura", tendo sido criado "em 1994-1995" com a instalação de "um pomar com três espécies", explica ao "CA" a docente Mariana Regato, responsável pelo Centro Hortofrutícola do IPBeja.
Actualmente, ao longo dos seus 11 hectares é possível encontrar diversas culturas, desde citrinos a pessegueiros, macieiras, amendoeiras ou nogueiras, que "exigem" muito esforço e dedicação aos alunos.
"Por exemplo, nas aulas práticas de horticultura eles é que instalam a cultura desde o princípio e vão acompanhando todo o ciclo até à parte da colheita", nota Mariana Regato.
Mas não se pense que as frutas e hortícolas produzidas pelos alunos no Centro Hortofrutícola do IPBeja são desaproveitadas!
"Após a colheita realizada no campo, a maior parte da fruta é embalada e entregue para venda no 'Cubo'", revela a técnica Idália Guerreiro, adiantando que o processo "é feito todas as semanas".
Chegada ao "Cubo", ponto de venda situado junto ao refeitório da instituição mas aberto à comunidade em geral, a fruta do Centro Hortofrutícola junta-se aos doces e ao mel da região, assim como ao vinho, ao artesanato ou aos livros.
"As pessoas já se habituaram a vir a este ponto para adquirir os produtos semanais e outros que temos o ano todo. E isto acaba por ser bom para o IPBeja, pois também faz a divulgação da sua marca, já que também temos produtos de merchandising aqui disponíveis", revela ao "CA" a técnica Fátima Raposo.




COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
14:05, Quinta-feira, 27 de Fevereiro de 2017
PJMP
É pena o Instituto Politécnico de Beja, entrar em concorrência (desleal) com as empresas produtoras de multimédia de Beja, pois são as principais empregadoras dos seus formandos. Ao agir assim, não mais está, do que criar desempregados nesta área. Poderá não ser ilegal ! Mas eticamente é muito reprovável. É bom o IPBeja não esquecer que são estas empresas que fazem estágios curriculares e estágios profissionais na área.

15h00 - quinta, 27/04/2017
Presidente da ACOS: "Exportação de produtos do Alentejo ainda é incipiente"
Em tempo de Ovibeja, o presidente da Direcção da ACOS, Rui Garrido, fala ao "CA" sobre os desafios da feira e passa em revista alguns dos temas que marcam o sector agro-alimentar no Baixo Alentejo.
07h00 - quinta, 27/04/2017
Ovibeja abre portas com "lotação esgotada"
Abre portas esta quinta-feira, 27 de Abril, mais uma edição da Ovibeja, que tem "lotação esgotada" e é este ano dedicada à promoção internacional dos produtos agro-alimentares produzidos no Alentejo.
07h00 - quinta, 27/04/2017
Laço humano em Castro
contra violência infantil
A Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Castro Verde promove esta quinta-feira, 27, a partir das 10h30, um conjunto de iniciativas para sensibilizar a população contra a violência infantil.
07h00 - quinta, 27/04/2017
Detido por tráfico
de droga em Ferreira
A GNR deteve na passada segunda-feira, dia 24 de Abril, um jovem de apenas 20 anos por suspeitas do crime de tráfico de estupefacientes na vila de Ferreira do Alentejo.
07h00 - quinta, 27/04/2017
Almodôvar: Sebastião candidato
do PSD sem apoio da Concelhia
António Sebastião vai mesmo ser o candidato do PSD à presidência da Câmara de Almodôvar nas eleições Autárquicas do próximo dia 1 de Outubro.

Data: 14/04/2017
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial