00h00 - sexta, 04/01/2013

Dívida da Cortiçol reduzida
para metade em dois anos

Dívida da Cortiçol reduzida para metade em dois anos

A dívida da Cortiçol, cooperativa com sede em Castro Verde, foi reduzida para metade nos últimos dois anos, passando de 61.148 euros para apenas 30.182 euros.
Os dados são avançados pela própria direcção da Cortiçol – Cooperativa de Informação e Cultura, que no boletim informativo onde faz o balanço do mandato no biénio 2011-2012 revela que a redução do passivo entre Janeiro de 2011 e Novembro de 2012 "é o aspecto mais relevante" da sua actuação.
De acordo com a mesma fonte, a dívida da Cortiçol a 30 de Novembro de 2012 era de 30.182,79 euros, menos 50,8% que os 61.148,36 euros encontrados pela direcção a 25 de Janeiro de 2011. Deste valor, cerca de 87% do passivo estava directamente ligado à Rádio Castrense, propriedade da cooperativa.
"Foi um esforço gigantesco, mas chegámos a um ponto muito positivo. A produção do programa da Somincor, a par de algumas iniciativas e do controlo muito rigoroso dos custos foram a chave para alcançar esta meta, sobretudo no departamento de rádio", vinca o presidente da Cortiçol, António José Brito.
O mesmo responsável adianta ainda que apesar de elevado, o passivo encontrado "não representou uma diminuição na dinâmica e na qualidade da acção" da instituição.
No balanço do mandato, considerado "positivo", a direcção da Cortiçol destaca pela positiva a redução do passivo, a entrada de novos cooperantes (que garantiu uma receita de 3600 euros), a produção do programa da Somincor, a regularização dos salários dos trabalhadores, o acordo com alguns dos credores e o lançamento do CD do Grupo Coral "As Ceifeiras" de Entradas.
Pela negativa, os responsáveis pela cooperativa apontam a renegociação do crédito bancário, algumas dívidas por regularizar, a impossibilidade de concretizar uma candidatura ao InAlentejo para reformular os estúdios da Rádio Castrense e a "fraca expressão" do 25º aniversário da estação.
Os cooperantes da Cortiçol reúnem no próximo dia 11 de Janeiro (sexta-feira) em Assembleia Geral eleitoral. António José Brito já garantiu publicamente a intenção da sua equipa directiva não se recandidatar.
Fundada em Maio de 1987, a Cortiçol – Cooperativa de Informação e Cultura de Castro Verde, além de proprietária da Rádio Castrense, é responsável pelos grupos "As Camponesas" de Castro Verde, "As Ceifeiras" de Entradas e "Os Carapinhas", pela Escola de Tocadores e Construção de Viola Campaniça (dinamizada em parceria com a Câmara Municipal e a Escola Secundária de Castro Verde) e pelo Museu da Lucerna.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - segunda, 21/08/2017
Câmara de Mértola
com apoios aos alunos
A Câmara de Mértola vai apoiar os alunos do concelho que frequentem o primeiro e o segundo ciclo do ensino básico, através da entrega gratuita dos manuais escolares e/ou dos cadernos de actividades.
00h00 - segunda, 21/08/2017
PS Castro Verde lança
site "Somos Futuro"
A candidatura do PS no concelho de Castro Verde tem disponível desde a passada sexta-feira, 18 de Agosto, um novo site na Internet (www.
00h00 - sábado, 19/08/2017
Amanto retirado
da escola da Salvada
A Câmara de Beja tem a decorrer obras de reabilitação na Escola Básica de Salvada, que incluem a remoção da actual estrutura de fibrocimento com amianto e a colocação de uma nova cobertura.
00h00 - sábado, 19/08/2017
Novos centros escolares
em São Teotónio e São Luís
A Câmara de Odemira já tem em marcha os projectos dos novos centros escolares de São Teotónio e de São Luís, obras que estão avaliados num montante total superior a 2,7 milhões de euros.
00h00 - sábado, 19/08/2017
Novos equipamentos para
trabalhadores da CM Serpa
A Câmara de Serpa entregou esta semana novos equipamentos de protecção individual (EPI) aos trabalhadores da sua Divisão de Obras Municipais e Ambiente (DOMA).

Data: 04/08/2017
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial