10h13 - quinta, 13/09/2018

Ainda temos "desporto-rei"?


Carlos Pinto
Passa pouco das sete da tarde e num campo polidesportivo perto do centro de uma vila que é sede de concelho não se vê uma única criança ou jovem a usufruir do espaço. Apenas duas balizas e um recinto deserto. Mas se recuássemos até há 15 ou 20 anos, certamente que num qualquer descampado encontraríamos dezenas de jovens a jogar ao "bota fora", ansiando pelo momento em que a sua equipa pudesse (finalmente) entrar em campo.
Ora este é um dos grandes paradoxos com que nos deparamos nos tempos actuais. Hoje em dia rara é a vila ou aldeia do Baixo Alentejo que não conta com um campo polidesportivo com condições ímpares para a prática desportiva. Mesmo assim, raras são as vezes em que muitos deles são utilizados diariamente para as tradicionais "jogatanas" informais…
As razões para este quadro são muitas. Por um lado, há menos crianças e jovens nas nossas vilas e aldeias. E as que há contam hoje com um leque de ofertas bem superior ao que existia anteriormente, onde os mais novos pouco mais podiam fazer que jogar à bola, andar de bicicleta ou ir ao pássaro. E isto tem, obviamente, reflexos nas dinâmicas sociais destas terras… mas também no futebol do distrito de Beja.
É precisamente aqui que queríamos chegar: perante este enquadramento, que futuro está reservado ao "desporto-rei" na região? A resposta é incerta mas as perspectivas não são nada animadoras, sobretudo quando vemos um campeonato da 1ª divisão com apenas 11 equipas, apenas três clubes inscritos nos juniores e muitos emblemas sem formação. E se já nem na rua as crianças jogam só podemos temer o pior…



Outros artigos de Carlos Pinto

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - sexta, 15/02/2019
CPCJ de Castro Verde
aposta na prevenção em 2019
"Atacar" as áreas em que o tecido social do concelho "revela maiores fragilidades": é esta grande meta do plano de intervenção da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Castro Verde para 2019.
07h00 - sexta, 15/02/2019
Marciano ou Gonçalo? PSD escolhe novo líder
De um lado surge um militante histórico, fundador do partido na região e que teve grande actividade política durante o período "cavaquista"; do outro lado um jovem social-democrata, que presidiu fugazmente a uma das mais importantes concelhias do partido no Baixo Alentejo (a de Ourique) e que tem sido um dos "rostos" mais visíveis na região no apoio a Rui Rio.
07h00 - sexta, 15/02/2019
Presidentes
de assembleias
municipais reúnem
A sede da Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL) recebe nesta sexta-feira, 15, durante a tarde, um encontro com os presidentes das assembleias municipais do distrito.
07h00 - sexta, 15/02/2019
Exposição de escultura
e desenho para ver
na vila de Aljustrel
O Espaço Oficinas, em Aljustrel, acolhe a partir desta sexta-feira, 15 de Fevereiro, a exposição de escultura e desenho "Mesa", com trabalhos de sete alunos de mestrado da Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa.
07h00 - quinta, 14/02/2019
Castrense campeão
regional de hóquei
Depois de duas presenças consecutivas no campeonato nacional, primeiro em sub-13 e de seguida em sub-15, por ter sido segunda classificada no regional da categoria, a equipa de hóquei em patins do FC Castrense garantiu nesta temporada o desejado título regional do Alentejo e Algarve em sub-15.

Data: 08/02/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial