12h23 - quinta, 16/05/2019

Campanha para quê?


Carlos Pinto
A 26 de Maio vamos escolher os nossos representantes em Bruxelas, votando naqueles que nos próximos cinco anos defenderão os interesses de Portugal no Parlamento Europeu. O que, contrariamente ao que parece em primeira instância, não é coisa de somenos importância! Afinal de contas, é da União Europeia que recebemos milhões de euros para novas infra-estruturas e programas de intervenção territorial, além de ser de lá que saem as principais normas e medidas que vão ditar a nossa actuação no dia-a-dia.
Por tudo isto, esperava-se que esta fosse uma campanha esclarecedora, com partidos e candidatos apostados em mostrar aos eleitores as ideias e propostas que levam para Bruxelas. Uma campanha onde se debatessem os principais problemas e desafios da União, do "brexit" à crise dos refugiados, não esquecendo a política monetária comum ou a federalização da Europa. Infelizmente, esta campanha tem sido precisamente o oposto. Quase ninguém fala da Europa e dos desafios que esta tem pela frente, optando por centrar os seus discursos e soundbytes excessiva (e quase unicamente) em matérias de politiquice nacional. Ou seja, esquece-se o essencial em detrimento do acessório. Sobretudo por parte dos partidos mais à direita, PSD e CDS, apostados em fazer desta eleição um referendo ao Governo (o que só deveria suceder em Setembro ou Outubro, com as legislativas).
A campanha vai a meio e os candidatos ainda vão a tempo de inflectir o seu percurso e os seus discursos. Que se fale de Europa nos próximos dias, para que estas eleições não sejam um fiasco em termos de participação. E, acima de tudo, para que 26 de Maio seja um dia em que Portugal dá um verdadeiro sinal do que pretende da União Europeia.



Outros artigos de Carlos Pinto

COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - quinta, 17/10/2019
Almodôvar
celebra as
"Escritas do Sul"
Concertos, conferências, peças de teatro, apresentações de livros e muito mais são alguns dos destaques de mais uma edição do Escritas do Sul-Festival da Língua Portuguesa, que vai decorrer entre esta quinta-feira e domingo, dias 17 e 20 de Outubro, na vila de Almodôvar.
07h00 - quinta, 17/10/2019
EMAS Beja sensibiliza
para participação pública
Estimular a participação e integrar a comunidade na vida pública, através da apresentação de projectos, de ideias inovadoras e de soluções a implementar no concelho de Beja: são estas, em linhas gerais, as grandes metas da iPP-Iniciativa de Participação Pública, a nova aposta da Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS) de Beja na área da Educação e da Sensibilização Ambiental.
07h00 - quinta, 17/10/2019
Convívio de docentes
do concelho de Odemira
Dar as boas-vindas aos professores cerca de 400 docentes que em 2019-2020 vão ensinar nos 46 estabelecimentos de ensino do concelho é o grande objectivo do Convívio Anual do Docente, que a Câmara de Odemira promove nesta quinta-feira, 17.
18h20 - quarta, 16/10/2019
Rui Maside é o novo
treinador do Aljustrelense
O técnico Rui Maside, de 56 anos, que nas duas últimas temporadas orientou o Moura AC, é o novo treinador do Mineiro Aljustrelense, sucedendo no cargo a João Candeias, que se demitiu no passado domingo, 13.
09h55 - quarta, 16/10/2019
Acidente na A2 perto de Aljustrel provoca um morto
Um morto e dois feridos é, para já, o resultado da colisão entre um veículo pesado e uma carrinha de transporte de valores na Auto-estrada do Sul (A2), na zona de Aljustrel.

Data: 11/10/2019
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial