07h00 - terça, 16/05/2017

Projecto de navegabilidade do rio Guadiana avança no ano de 2018

Projecto de navegabilidade do rio Guadiana avança no ano de 2018

A obra que vai permitir a navegabilidade do rio Guadiana no troço entre o antigo porto mineiro do Pomarão, no concelho de Mértola, e a vila algarvia de Alcoutim será lançada a concurso no início do ano de 2018.
Esta foi uma das garantias que saiu da reunião realizada na passada semana em Mértola, onde se fez o ponto de situação e programação futura relativamente ao processo de navegabilidade do rio, juntando à mesma mesa as entidades com participação no processo.
De acordo com a Câmara de Mértola, no que toca ao troço Alcoutim–Pomarão foi aprovada uma candidatura Interreg, em Abril passado, que permitirá financiar em 75% o desenvolvimento do projeto e a realização da obra, com um custo previsto de um milhão de euros.
"A Direcção Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos irá preparar o projecto e lançar a obra no início de 2018", acrescenta a mesma fonte.
Relativamente ao troço Pomarão–Mértola, continua a autarquia, "já foi autorizado pelo Ministério do Mar o levantamento topo-hidrográfico que se inicia também em 2018, etapa essencial e que determinará as intervenções necessárias para a definição da tipologia de intervenção e das soluções de navegabilidade a adoptar".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - quinta, 14/12/2017
Sérgio Fernandes lidera Segurança Social de Beja
Sérgio Fernandes é o novo director do Centro Distrital de Beja da Segurança Social, entrando em funções nesta quinta-feira, 14 de Dezembro, e substituindo Helena Barreto, que saiu do cargo na passada semana.
07h00 - quinta, 14/12/2017
Ourique quer mais comboios
Alfa Pendular na Funcheira
O presidente da Câmara Municipal de Ourique defende a paragem de mais comboios Alfa Pendular na estação ferroviária da Funcheira.
07h00 - quinta, 14/12/2017
OP de Odemira teve
quatro vencedores
Foram quatro as propostas a vencer a edição de 2017 do "Orçamento Participativo" (OP) da Câmara de Odemira, avaliadas num total de 500 mil euros e que serão incluídas no orçamento municipal do próximo ano.
07h00 - quinta, 14/12/2017
CDU explica "caso"
da Derrama em Castro
A CDU de Castro Verde garante não ter escondido "nenhuma informação" relativamente ao caso em que a Câmara Municipal vai ter de devolver mais de 1,2 milhões de euros por Derrama indevidamente cobrada pela Autoridade Tributária e Aduaneira (AT).
07h00 - quarta, 13/12/2017
Auditoria às contas
da Câmara de Castro
O novo executivo da Câmara Municipal de Castro Verde, liderado pelo socialista António José Brito, decidiu avançar com uma auditoria externa às contas da autarquia do Campo Branco.

Data: 07/12/2017
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial