07h00 - quinta, 12/04/2018

Orçamento Participativo
de regresso em Odemira

Orçamento Participativo de regresso em Odemira

A participação aberta a maiores de 14 anos e votação por mensagem de telemóvel (SMS) são as duas grandes novidades da edição de 2018 do "Orçamento Participativo" (OP) de Odemira, projecto dinamizado desde 2011 pela Câmara Municipal local para promover a cidadania e a participação pública.
Até final do mês de Junho decorre a fase de apresentação de propostas, sendo que em Abril estas podem ser feitas através da página online dedicada ao OP (em www.op.cm-odemira.pt), no Balcão Único e nos BU´s KIOSK de Colos, Sabóia, São Teotónio e Vila Nova de Milfontes.
Durante os meses de Maio e Junho os interessados poderão apresentar propostas de investimento municipal para as suas terras durante os "Encontros de Participação", que terão lugar em cada uma das 13 freguesias.
Este ano a participação no OP de Odemira é aberta a maiores de 14 anos, no sentido de realçar "a importância e contributo dos jovens para o desenvolvimento do território". A Câmara de Odemira volta a disponibilizar um orçamento de 500 mil euros para a concretização das propostas mais votadas, divididos em 250 mil euros para projectos promovidos nas freguesias com população inferior a 1.500 habitantes e os outros 250 mil euros para projectos promovidos nas freguesias  com população superior a 1.500 habitantes.
Cada cidadão pode apresentar uma proposta, cujo valor não exceda os 125 mil euros, que incida nas áreas de competência do Município e seja de interesse colectivo, nomeadamente em matéria de Urbanismo, Espaço Público e Espaços Verdes, Protecção Ambiental e Energia, Saneamento e Higiene Urbana, Infra-estruturas Viárias, Trânsito e Mobilidade, Turismo, Comércio e Promoção Económica, Educação e Juventude, Desporto, Ação Social, Cultura e Modernização Administrativa.
Depois de validadas, as propostas serão votadas durante o mês de Novembro, sendo que este ano também será possível fazê-lo através de SMS, "um mecanismo de proximidade e que pretende contribuir para uma maior participação", adianta ao "CA" fonte da autarquia.
Em simultâneo com o OP Municipal, decorre igualmente o OP das Freguesias, o que faz de Odemira um concelho "100% OP".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - terça, 13/11/2018
Odemira aposta na
valorização do rio Mira
Materializar a política de valorização das margens do rio Mira na área do concelho de Odemira, desde a barragem de Santa Clara até Vila Nova de Milfontes é o objectivo do Plano Estratégico e Operacional de Valorização do Rio Mira, promovido pela Câmara de Odemira.
07h00 - terça, 13/11/2018
Documentário filmado
em Mértola premiado
O documentário "Terra", co-realizado por Hiroatsu Suzuki e Rossana Torres e filmado no concelho de Mértola, arrecadou o prémio para melhor filme da competição portuguesa durante a última edição do festival DocLisboa.
07h00 - segunda, 12/11/2018
Cine-teatro de Almodôvar
pronto para reabrir portas
Depois de cerca de seis anos de obras de requalificação, com atrasos e muitos problemas pelo meio, o cine-teatro municipal de Almodôvar vai reabrir portas no próximo ano de 2019.
07h00 - segunda, 12/11/2018
PCP alerta para falta
de médicos em Ourique
Um em cada cinco utentes residentes no concelho de Ourique não tem médico de família atribuído, num total de 1081 pessoas, sobretudo oriundas da freguesia de Garvão.
07h00 - segunda, 12/11/2018
Câmara de Odemira elogia
abandono do projecto
de prospecção de petróleo
A Câmara de Odemira aprovou a 31 de Outubro, por unanimidade, manifestar a congratulação pelo facto de o consórcio ENI/ GALP ter abandonado o projecto de prospecção e exploração de petróleo ao largo do Alentejo Litoral.

Data: 09/11/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial