07h00 - domingo, 07/10/2018

Declaração de amor a
Santa Bárbara de Padrões

Declaração de amor a Santa Bárbara de Padrões

"Santa Bárbara é a minha aldeia/ a que trago no coração/ Terra humilde e rica em tradição": o poema surge na contracapa do livro e resume o que levou o jovem José Miguel Costa a escrever um livro sobre a sua terra. Santa Bárbara de Padrões – A identidade de uma freguesia foi lançado em Agosto e são pouco mais de 100 páginas onde o autor faz uma verdadeira "declaração de amor" à terra onde nasceu.
"Sou completamente apaixonado por Santa Bárbara de Padrões e este livro é uma declaração de amor a Santa Bárbara. Com este livro, além de homenagear Santa Bárbara, todas as nossas gentes e todo o nosso património material e imaterial, pretendo também dar a conhecer uma perspectiva renovada desta aldeia, que é a minha e de que eu gosto muito", reconhece ao "CA" José Miguel Costa, de apenas 19 anos.
Estudante de Direito em Lisboa, há muito que José Miguel Costa alimentava o sonho de escrever um livro sobre a sua terra. "A ideia de fazer este livro começou há praticamente 19 anos", diz em jeito de brincadeira. Certo é que o sonho ganhou asas e já este ano o jovem autor lançou-se à escrita.
"Tive a noção que havia a necessidade de fazer qualquer coisa sobre Santa Bárbara de Padrões. Os documentos e as publicações que existiam e existem sobre esta terra eram escassos e então achei que era preciso fazer alguma coisa para preservar toda esta riqueza e este património", conta.
Desde esse momento tudo se processou rapidamente. A escrita arrancou em Maio e no final de Agosto o livro já estava a ser apresentado. Pelo meio José Miguel Costa visitou todas as localidades da freguesia, falou com habitantes e responsáveis associativos, consultou documentos históricos (inclusive na Torre do Tombo, em Lisboa) e entrevistou alguns especialistas em áreas como a História, a Arqueologia ou as tradições locais.
"Este livro foi relativamente fácil de escrever, porque até já tinha alguma informação e algumas fontes reunidas pelo interesse que tinha já de algum tempo atrás", garante o autor, que dividiu a obra em capítulos, abordando temas caracterizadores da identidade da freguesia, como as lucernas romanas do santuário de Arannis, a igreja matriz e a padroeira Santa Bárbara, o cante alentejano, o artesanato ou a mina de Neves-Corvo. Também o extinto concelho de Padrões, que integrava as aldeias de Santa Bárbara de Padrões e de Graça de Padrões, merece um capítulo no livro, com informação que José Miguel Costa recolheu.
"Descobri que o antigo concelho de Padrões tinha Foral, o que nunca havia sido equacionado. Consegui fazer essa descoberta no Dicionário de Portugal Antigo e Moderno", conta o jovem, admitindo que esta questão lhe causou alguma surpresa. "É claro que me surpreendeu, até porque é um bocadinho estranho um concelho ter foral e nunca se ter abordado essa questão. Mas também fiquei surpreendido com algumas fotografias e também com algumas descobertas que fiz sobre o santuário de Arannis", acrescenta.
O livro Santa Bárbara de Padrões – A identidade de uma freguesia foi apresentado a 25 de Agosto e esgotou um dia depois, estando já prevista uma nova edição. "As pessoas têm gostado do que têm lido, ficam até emocionadas por verem algo sobre a sua terra e por verem alguém tão jovem a escrever um livro", nota o jovem autor, que admite, lá mais para a frente, voltar à escrita.
"Confesso que, quanto a essa questão do antigo concelho de Padrões, gostava mesmo de investigar mais, porque acho que é um concelho que tem pouca coisa publicada e era importante tentar investigar-se mais um bocadinho", conclui José Miguel Costa.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h49 - terça, 16/10/2018
Nova exposição
em Castro Verde
O Fórum Municipal de Castro Verde recebe a partir desta terça-feira, 16 de Outubro, a exposição "Castro Verde, Identidade e Memória: IV Séculos de Registos", que tem por base registos do Arquivo Distrital de Beja.
07h00 - terça, 16/10/2018
Odemira celebra Dia
da Responsabilidade Social
A Câmara de Odemira promove nesta terça-feira, 16 de Outubro, o Dia da Responsabilidade Social, dinamizado no âmbito do Ser Responsável-Programa de Responsabilidade Social das Empresas do Concelho de Odemira.
07h00 - terça, 16/10/2018
Obra do novo Palácio
de Justiça de Beja avança
Foi publicado nesta segunda-feira, 15, o despacho da secretária de Estado Adjunta e da Justiça, Helena Ribeiro, que autoriza o Instituto de Gestão Financeira e Equipamentos da Justiça (IGFEJ) a avançar com o procedimento de concurso para a construção do novo Palácio de Justiça de Beja, investimento avaliado em quatro milhões de euros.
07h00 - segunda, 15/10/2018
Obras para minimizar
poeiras em Aljustrel
A Almina–Minas do Alentejo, proprietária das minas de Aljustrel, vai avançar com novas medidas de minimização da dispersão de poeiras, nomeadamente na zona da britagem de superfície e da lavaria na sua área industrial, localizada a oeste da "vila mineira".
07h00 - segunda, 15/10/2018
Aljustrel: Saúde sem registo de alterações
O presidente da Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo garante que não se têm verificado "alterações nem aumento da procura" dos serviços de Saúde por parte da população de Aljustrel nas patologias que podem ser ligadas à questão da qualidade do ar.

Data: 12/10/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial