07h00 - quarta, 13/02/2019

CPCJ de Castro Verde aposta na prevenção

CPCJ de Castro Verde aposta na prevenção

"Atacar" as áreas em que o tecido social do concelho "revela maiores fragilidades": é esta grande meta do plano de intervenção da Comissão de Protecção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Castro Verde para 2019. Apresentado publicamente no final de Janeiro, o plano aposta, sobretudo, na área da prevenção, no sentido de reduzir ao máximo o número de situações que coloquem crianças e jovens em risco.
"Conscientes da nossa missão e da responsabilidade de trabalharmos de forma profícua para a promoção e proteção das crianças e jovens do nosso concelho, assumimos que no corrente ano o nosso plano de acção deveria ter um especial enfoque na área da prevenção, através de iniciativas consideradas adequadas à nossa realidade social e cultural", adianta ao "CA" o presidente da CPCJ de Castro Verde, José Francisco Colaço Guerreiro.
De acordo com este responsável, o plano de intervenção previsto para 2019 pretende "prevenir e promover os direitos das crianças e jovens" do concelho e "consciencializar a comunidade para a participação de todos na educação, formação e segurança" destes. Desenvolver "um programa de cooperação, com entidades públicas e privadas, assumindo a CPCJ um papel aglutinador e dinamizador na prevenção primária de situações de risco ou perigo" é o outro grande objectivo do plano, que dará grande enfoque às áreas da Violência Doméstica e do Absentismo Escolar.
"Ao delinearmos uma estratégia de intervenção, concluímos ser de primordial interesse 'atacarmos' as áreas em que o nosso tecido social revela maiores fragilidades. Assim, recorremos às estatísticas e verificámos que, efectivamente, os casos de maior incidência em termos de sinalizações na nossa CPCJ derivam de problemas identificados com a violência doméstica e com o absentismo escolar", justifica Colaço Guerreiro.
No caso da Violência Doméstica, a CPCJ de Castro Verde pretende "confrontar a comunidade com a realidade" deste flagelo e "tentar compreender as causas" do mesmo. Nesse sentido, entre as acções previstas no plano de acção destaque para a organização da exposição "Aqui Morreu uma Mulher/ Juntos Contra a Violência" (de 2 a 14 de Abril) e um debate na Rádio Castrense sobre o tema (a 8 de Abril).
Relativamente ao Absentismo Escolar, o plano de acção da CPCJ de Castro Verde para 2019 ambiciona, entre outros pontos, "sensibilizar e responsabilizar os pais pela assiduidade dos seus educandos" e "promover a escola como meio decisivo para a integração plena dos jovens na sociedade". Sessões com pais, alunos, professores e auxiliares escolares são as actividades previstas.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
10h13 - quinta, 18/04/2019
Novo equipamento de TAC no hospital de Beja
O novo equipamento de TAC (Tomografia Axial Computorizada) do Hospital José Joaquim Fernandes, em Beja, entrou em funcionamento nesta quinta-feira, 18 de Abril, representando um investimento de cerca de 1,2 milhões de euros.
07h00 - quinta, 18/04/2019
Cidade de Beja celebra
Dia dos Monumentos
A Câmara de Beja assinala nesta quinta-feira, 18 de Abril, o Dia dos Monumentos e Sítios com duas iniciativas no Moinho Grande, situado a poucos quilómetros da entrada da cidade por Ferreira do Alentejo.
07h00 - quinta, 18/04/2019
Escolas de Odemira
lideram na reciclagem
As escolas Básicas 2,3 Damião de Odemira (Odemira) e Básica nº1 de Sabóia lideram o ranking distrital finda a primeira fase da 11ª edição da "Geração Depositrão", iniciativa ambiental que visa a recolha de pilhas e de equipamentos eléctricos e electrónicos em fim de vida.
07h00 - quarta, 17/04/2019
Junta de Mértola
ensina a ler rótulos
A Casa das Artes Mário Elias, na vila de Mértola, recebe nesta quarta-feira, 17 de Abril, a partir das 21h00, a sessão "Como ler rótulos", promovida pela Junta de Freguesia local.
07h00 - quarta, 17/04/2019
CIMBAL aprova moção
sobre Notre Dame
A Assembleia Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL) aprovou na segunda-feira, 15, por unanimidade, uma moção onde manifesta "a sua profunda solidariedade" com França devido ao incêndio na catedral de Notre Dame, em Paris.

Data: 19/04/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial