07h00 - quinta, 11/04/2019

Câmara de Castro Verde faz
"radiografia" da rede de água

Câmara de Castro Verde faz "radiografia" da rede de água

A Câmara Municipal de Castro Verde prevê a realização de obras no valor de mais de dois milhões de euros na rede de águas e no tratamento de águas residuais no concelho ao longo dos próximos cinco anos. De acordo com a autarquia, o investimento poderá decorrer no âmbito do processo em que pelo menos oito municípios, entre os quais o de Castro Verde, estão a trabalhar com a empresa Águas de Portugal (AdP), no sentido de criar soluções mais amplas para o sistema "em baixa" da Rede de Águas e, igualmente, para o tratamento de águas residuais (ETAR).
O processo, que carece de aprovação na Câmara e na Assembleia Municipal, prevê, na área da rede de águas, investimentos em Castro Verde (727.314 euros), Entradas (315.840 euros) e Casével (269.510 euros). Já nas ETAR é estimado um investimento de 680.600 euros na freguesia de Castro Verde e Casével (Castro Verde, Casével, Aivados, Almeirim, Estação de Ourique e Geraldos), de 165 mil euros na freguesia de São Marcos da Atabueira (São Marcos da Atabueira, Figueirinha, Salto e Guerreiro) e de 55 mil euros na freguesia de Santa Bárbara de Padrões (Viseus e Rolão).
Estes números surgem no esclarecimento público que a Câmara de Castro Verde apresentou à população nesta quarta-feira, 10, sobre a situação da rede de abastecimento de águas da vila de Castro Verde.
Segundo a autarquia, em Outubro de 2017, "quando terminou o último mandato autárquico, não estava em curso qualquer obra na rede de águas de Castro Verde", sendo que desde a sua tomada de posse o actual executivo municipal, liderado pelo PS, "definiu uma estratégia concreta para resolver o problema".
"Por um lado, avançou com a execução da empreitada para a redução de perdas e seccionamento da rede no valor de 103.384,20 euros. Por outro lado, elaborou os projectos (que não existiam!) para a efectiva intervenção na rede, nomeadamente na chamada zona antiga da vila", revela o Município.
Na mesma nota, a Câmara de Castro Verde informa que depois de elaborados os projectos, apresentou, no dia 28 de Fevereiro deste ano, uma candidatura ao Plano Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recurso (POSEUR) para assegurar financiamento comunitário para uma obra orçamentada em 384.574,02 euros. "Essa candidatura foi uma das poucas apresentadas por autarquias da região. Aguarda análise e decisão", adianta.
A par disso, estão em curso as negociações com a Águas de Portugal, por forma a serem criadas soluções mais amplas para o sistema "em baixa" da rede de águas e das ETAR.
Na nota à população, a Câmara Municipal observa "que a resolução do grave problema da rede de águas é um desafio exigente e muitíssimo importante para Castro Verde", considerando ser "decisivo" não desperdiçar "a oportunidade de fazer tão grande investimento".
"Não fazer parte desta importante solução seria um erro colossal que, muito certamente, a população não compreenderia", vinca.
Por tudo isto, a autarquia conclui ser "fundamental" estarem "todos do lado da solução (executivo municipal, partidos políticos, organizações públicas, população em geral), contribuindo assim para resolver um problema muito difícil" no concelho. "Um problema que está há muito tempo sem solução e que nos afecta a todos, exigindo, de todos, um empenho acrescido", remata.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - segunda, 19/08/2019
Cuidadores têm um papel essencial
Uma das "chaves" para o sucesso da Unidade Domiciliária de Cuidados Paliativos (UDCP) de Mértola são os cuidadores, por norma os cônjuges e/ou os filhos dos utentes apoiados.
07h00 - segunda, 19/08/2019
Trabalho da Unidade Domiciliária é para continuar
Com nove anos de existência no terreno, a UDCP de Mértola entrou recentemente numa nova fase da sua actuação, com financiamento garantido pelo Portugal 2020, através do POISE.
07h00 - segunda, 19/08/2019
Mértola tem unidade domiciliária
para os cuidados paliativos
A vida de Eugénio Encarnação foi passada em água, navegando noites a fio pela corrente do Guadiana a partir da Penha d'Águia.
07h00 - segunda, 19/08/2019
ART de Castro Verde
premiada pelo BPI/La Caixa
A ART-Associação de Respostas Terapêuticas, de Castro Verde, foi uma das 24 entidades recentemente distinguidas no âmbito da primeira edição do Prémio Infância do BPI/ La Caixa.
07h00 - sexta, 16/08/2019
Poupança de água
promovida em Mértola
Quatro juntas de freguesia do concelho de Mértola assinaram nesta quarta-feira, 14, com a Câmara Municipal local, as declarações de honra para a atribuição de prémios no âmbito do concurso "Dar o litro por Mértola".

Data: 09/08/2019
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial