07h00 - segunda, 13/07/2020

EMAS de Beja investe
na saúde e segurança

EMAS de Beja investe na saúde e segurança

A Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS) de Beja já iniciou a implementação de um novo Sistema de Gestão da Saúde e Segurança, de acordo com a norma ISO 45001:2018.
Segundo a empresa, esta decisão "vem reforçar" o seu "compromisso para com os seus colaboradores, através da promoção de um ambiente de trabalho seguro e saudável, com impacto directo e bastante positivo na qualidade dos serviços prestados a todos os munícipes do concelho de Beja".
A EMAS de Beja acrescenta ainda que, "neste contexto, é importante destacar a profunda remodelação global que tem sido realizada ao longo dos últimos três anos no parque operacional, com intervenções em vários edifícios ao nível das coberturas, zonas de estacionamento e circulação, soluções de ensombramento, remodelação da zona de bar e refeitório, controlo de entradas e saídas, entre outras, que culminarão agora com uma intervenção há muito desejada com vista à remodelação da zona de balneários".
"Complementarmente, estão a ser realizadas obras no edifico-sede que permitirão uma melhor adequação funcional e gestão das equipas", revela a EMAS de Beja.
A empresa bejense justifica todas estas intervenções com a ambição de "construir uma cultura preventiva de saúde e segurança", considerada "fundamental para garantir a todos os colaboradores, nas diferentes funções, uma eficiente gestão dos riscos".
"A certificação desta área proporcionará naturalmente a melhoria da eficiência da gestão empresarial, com benefícios e contributos muito significativos em pilares essenciais de actuação da EMAS, como são a responsabilidade social e a sustentabilidade da empresa", continua a empresa, adiantando que a sua Divisão de Sustentabilidade e Inovação é a "responsável por esta missão", tendo "uma larga experiência na gestão da qualidade em processos de certificação associados ao Laboratório da EMAS de Beja".


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - quarta, 12/08/2020
Seca no Parque Natural
do Sudoeste Alentejano
preocupa autarcas
Os presidentes das câmaras municipais de Odemira, Sines, Aljezur e Vila do Bispo manifestaram-se preocupados com a seca que afecta as bacias do Mira e do Barlavento algarvio, exigindo "a elaboração de planos de contingência" para fazer face a uma situação que "tende a agravar-se".
07h00 - quarta, 12/08/2020
Castro Verde: Presidente da Assembleia Municipal renuncia ao cargo
A presidente da Assembleia Municipal de Castro Verde, Ana Paula Baltazar, eleita pela CDU, apresentou a sua renúncia ao cargo e ao mandato de vogal neste órgão na noite desta terça-feira, 11, em sessão extraordinária da Assembleia.
07h00 - quarta, 12/08/2020
CM Ourique faz obras nos balneários
do pavilhão da EB 2,3/ Secundária
A Câmara de Ourique está a proceder a obras no interior e na cobertura dos balneários do pavilhão da Escola Básica (EB) 2,3/ Secundária local, num investimento avaliado em cerca de 23 mil euros.
12h00 - terça, 11/08/2020
Regantes do Roxo querem
água a preço "mais justo"
Os regantes beneficiados pelo perímetro de rega do Roxo, no concelho de Aljustrel, defendem um "ajustamento" do preço cobrado pela água do Alqueva, por forma a garantir a "rentabilidade" das explorações agrícolas.
07h00 - terça, 11/08/2020
Autarca de Ourique exige
rapidez na ligação entre
o Roxo e Monte da Rocha
O presidente da Câmara Municipal de Ourique, Marcelo Guerreiro, insiste na necessidade de o projecto de ligação da albufeira do Monte da Rocha, situada no concelho, ao Alqueva avançar "o mais rapidamente possível".

Data: 07/08/2020
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial