16h34 - domingo, 27/12/2009

Cheia resolvida na linha ferroviária da Somincor

Cheia resolvida na linha ferroviária da Somincor

Está resolvido o problema causado pelo grande caudal de água na Ribeira da Zambujeira, em Castro Verde, que levou à criação de uma barragem artificial junto à linha de caminho de ferro que serve a mina de Neves-Corvo.
Habitualmente com cerca de sete metros de largura, a ribeira aumentou substancialmente porque os canais que permitem o escoamento da água, com cerca de 1,60 metros de diâmetro, acabaram por ficar entupidos com a forte carga de detritos ali acumulados. Esta situação levou à criação de uma autêntico lago artificial que exerceu pressão sobre o talude da linha de caminho de ferro e ameaçou rebentar a infra-estrutura, que se tranformou num dique artifical com dois quilómetros de extensão e oito de profundidade.
O risco de rebentamento e de uma inundação na zona a Sul da linha levou os serviços da Protecção Civil a admitir a colocação de dinamite para fazer explodir o talude mas, na manhã deste domingo, 27, o dique, que estava a travar a corrente, cedeu e permitiu que a água acumulada pela chuva dos últimos dias fosse libertada.
No sábado, 26, a Protecção Civil tinha estado a abrir algumas zonas de escoamento, o que favoreceu também a libertação das águas. Neste momento, na zona de cheia, a torrente parece não estar a provocar grandes estragos, dado que as casas existentes estão numa zona mais alta, embora algumas estradas continuem momentaneamente cortadas devido à existência de muita água. Contudo, o forte caudal provocado numa outra linha de água, a ribeira de Maria Delgada, pode vulnerabilizar ainda mais uma ponte situada na estrada entre Castro Verde e Almodôvar. O estado de conservação desta ponte não é o melhor, tendo mesmo a circulação condicionada há vários meses.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
22:40, Segunda-feira, 28 de Outubro de 2018
o próprio
E agora?
Os leitos de cheia estão obstruidos por sistema, os cálculos errados só se fala em cheias dos cem anos mas o que estamos a observar é que elas passaram a ser de decénios, á alguém que vai ter de explicar onde falham as previsões e também os alertas das alterações do meio ambiente se não devem ser contemplados

07h00 - segunda, 19/02/2018
Água do Alqueva chega ao Monte da Rocha em 2021
A água da albufeira do Alqueva vai chegar à barragem do Monte da Rocha, no concelho de Ourique, em 2021, garantiu no passado sábado, 17 de Fevereiro, o ministro do Ambiente.
00h00 - segunda, 19/02/2018
UCC de Casével
vai ter mais 10 camas
A Unidade de Cuidados Continuados (UCC) da Fundação Joaquim António Franco e Seus Pais, em Casével, vai passar a ter 31 camas comparticipadas pelo Estado, mais 10 que as actuais 21.
00h00 - segunda, 19/02/2018
Odemira recebe
acção de formação
"Eco-sistemas Ribeirinhos" é o tema de uma acção de formação que a Câmara de Odemira vai promover ao final da tarde desta segunda-feira, 19 de Fevereiro, na Casa da Juventude local.
07h00 - domingo, 18/02/2018
Rua da Lavoura (Beja)
reabriu ao trânsito
A Câmara de Beja já terminou as obras de requalificação da rua da Lavoura, que reabriu ao trânsito neste sábado, 17 de Fevereiro, após várias semanas sem circulação.
00h00 - domingo, 18/02/2018
Aniversário do "Avante"
em Almodôvar e Castro
A Direcção da Organização Regional de Beja (Dorbe) do PCP promove neste domingo, 18 de Fevereiro, dois momentos comemorativos de mais um aniversário do jornal "Avante".

Data: 09/02/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial