08h44 - quinta, 30/09/2010

Chef Joachim Koerper cria 15 pratos no restaurante da Malhadinha Nova

Chef Joachim Koerper cria 15 pratos no restaurante da Malhadinha Nova

O chefe de cozinha Joachim Koerper, um dos melhores da Península Ibérica, criou 15 pratos para o restaurante da herdade alentejana da Malhadinha Nova, a pensar nos vinhos e produtos produzidos localmente e numa estrela do Guia Michelin.
Após "tantos anos" de cozinha, criar pratos torna-se "normal", mas "cada vez queremos fazer melhor" e ter criado os pratos para o restaurante da herdade, no concelho de Beja, foi "um grande desafio", disse hoje à Lusa o cozinheiro alemão, radicado em Portugal desde 2004.
"Tentei colocar" os pratos "ao mesmo nível" dos vinhos e das matérias primas "do melhor" produzidas na herdade, como carne de vaca alentejana em linha pura e porco preto certificado, frutas e legumes, explicou Joachim Koerper, que pratica uma cozinha de estação, com base em ingredientes frescos disponíveis em cada época do ano.
Os 15 pratos são hoje à noite apresentados na herdade e alguns vão constar nas cartas do restaurante, como o destacado pelo chefe, rabo de boi com risoto de vinho tinto e emulsão de salsa, que deverá constar na carta de Outono/inverno, disponível a partir de outubro.
Segundo Rita Soares, da Malhadinha Nova, a parceria com Joachim Koerper, cuja cozinha "admira", nasceu do interesse da herdade em "procurar qualidade".
"O projecto Malhadinha Nova é essencialmente de vinhos", mas a herdade quer que as áreas complementares ao vinho, como a hoteleira, a restauração, a criação de raças autóctones e os legumes e as frutas, "tenham a mesma qualidade" dos vinhos, explicou.
Nesta lógica, frisou, a herdade pediu a Joachim Koerper, um chefe de cozinha "com bastante experiência", para "recriar a cozinha alentejana.
"Não queremos um restaurante hipergourmet" nem "abandonar" os pratos alentejanos confeccionados pela cozinheira tradicional, frisou Rita Soares, explicando que na Malhadinha Nova vai ser possível comer "uma refeição mais gourmet, cozinha alentejana mais cuidada, com o toque especial de Joachim Koerper", mas também pratos tradicionais do Alentejo, como ensopado de borrego ou cozido de grão.
Um restaurante como o da Malhadinha Nova, "pode conseguir uma estrela" do famoso guia gastronómico Michelin, admitiu Joachim Koerper, que "gosta muito" da cozinha alentejana, porque "tem personalidade" e "é a melhor da gastronomia portuguesa e uma das melhores do mundo".
Conquistar uma estrela Michelin "é o nosso objectivo, digo-o claramente, daqui a três anos", frisou o chefe, sublinhando: "temos tudo para o conseguir".
"Mas é importante que o dono do restaurante também o queira", frisou, salientando que seria "um grande feito" se o restaurante da Malhadinha Nova, no interior do Alentejo, recebesse uma estrela Michelin, porque é algo "dez vezes mais complicado do que em Lisboa".
"É possível ter uma estrela Michelin com a qualidade da cozinha do chefe Joachim", mas "não é das coisas mais importantes" e "não tracei isso como objectivo", disse Rita Soares.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
01:24, Quarta-feira, 13 de Janeiro de 2020
João Pronto
Maria, a cozinha é feita de evolução,os pratos tradicionais q hoje se comem, não são iguais aos q se comiam á 50 ou 80 anos atrás. Criar através dos nossos produtos regionais é louvável, não querendo com isso dizer q está a fazer uma nova cozinha alentejana. Recriar é seguramente num sentido estético(empratamento)e aligeirando provavelmente os molhos.É um Chef q poderá dar um Grande contributo á nossa cozinha.

21:11, Terça-feira, 05 de Setembro de 2020
paulo
sou uma pessoa q adora cozinhar se podesse mandar algumas receitas agradecia

18:10, Terça-feira, 05 de Junho de 2020
José Varela
Olhe Maria (aberração!), porque motivo voce diz que um dos maiores cozinheiros mundiais radicado no nosso alentejo não tem qualidade para renovar a nossa cozinha!? Isso de dizer que é uma aberração eu discordo porque sei que vc nunca foi provar os pratos confecionados pelo chefe...., já agora seria bom que fosse provar para depois falar.!!!

14:45, Terça-feira, 05 de Fevereiro de 2020
Antonio
Sbscrevo na integra o comentario anterior.

18:52, Quinta-feira, 30 de Junho de 2020
Maria
Não sei como é possivel dizer que um chefe alemão possa criar ou recriar a cozinha tradicional alentejana e como alentejana que sou até me sinto mal ouvir tamanha aberração pois meus amigos cada qual deve defender o que é seu

07h00 - sexta, 24/01/2020
Beja vai receber
ministros de
17 países da UE
A cidade de Beja vai receber, no próximo dia 1 de Fevereiro (sábado), a reunião anual do Grupo dos Amigos da Coesão da União Europeia (EU), que juntará os primeiros-ministros e ministros de Portugal, República Checa, Grécia, Lituânia, Polónia, Eslováquia, Eslovénia, Chipre, Croácia, Estónia, Hungria, Letónia, Bulgária, Malta, Roménia, Espanha e Itália.
07h00 - sexta, 24/01/2020
Três detidos por
tráfico em Beja
A GNR deteve nesta quarta-feira, 22, em, Beja, três homens, com idades entre os 24 e os 34 anos, por suspeitas da prática do crime de tráfico de estupefacientes no concelho.
07h00 - sexta, 24/01/2020
Autarcas reúnem com
presidente da ANACOM
Os autarcas do distrito de Beja reúnem nesta sexta-feira, 24, na sede da Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL), com o presidente da ANACOM-Autoridade Nacional de Comunicações.
07h00 - sexta, 24/01/2020
Estrada Nacional 2
é um "buraco pegado"
A 26 de Janeiro de 2018 a Infra-estruturas de Portugal (IP) anunciava, através do "CA", que ia avançar com uma empreitada de "grande requalificação" em parte do troço da Estrada Nacional (EN) 2 que liga Aljustrel a Castro Verde.
07h00 - quinta, 23/01/2020
Câmara de Aljustrel exige
obras na Estrada Nacional 2
A Câmara de Aljustrel apresentou nesta terça-feira, 21, nova exposição ao ministro das Infra-estruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, sobre o mau estado em que se encontro o troço Aljustrel-Castro Verde da Estrada Nacional (EN) 2.

Data: 24/01/2020
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial