09h01 - segunda, 12/12/2011

Ferreira do Alentejo: Herdade do Sobrado espera água do Alqueva

Ferreira do Alentejo: Herdade do Sobrado espera água do Alqueva

Os responsáveis pelo Grupo Âncora esperam que a água do Alqueva chegue o mais rapidamente possível à Herdade do Sobrado, no concelho de Ferreira do Alentejo, de modo a prevenir um eventual período de seca que condicione a produção de azeitona nos seus 1.246 hectares de olival.
"Fizemos um investimento muito grande com a garantia de que Alqueva iria aqui chegar. Se Alqueva fica travado e demora cinco ou 10 anos mais que o previsto, algum do investimento pode entrar em quebra. Porque felizmente há quatro ou cinco anos que chove, mas o Alentejo e a Andaluzia são uma região seca. E eu lembro-me de três ou quatro anos sem chuva. Se isso acontece, este negócio vai abaixo", revela ao "CA" o director-gerente da Herdade do Sobrado, Brigído Chambra Sánchez.
Além da Herdade do Sobrado, o Grupo Âncora, sedeado em Beja, possui mais três propriedades na região (as herdades da Morena, em São Matias; do Outeiro, em Baleizão; e da Capelinha, em Serpa), num total de 1.861 hectares de olival, onde é possível encontrar as variedades Arbequina, Picual, Cobrançosa, Koroneiki, Cordovil e Hojiblanca.
Tendo como áreas de negócio a produção de azeitona e a comercialização a granel de azeite de alta qualidade, o Grupo Âncora estima produzir na campanha 2011-2012 perto de 17.500 toneladas de azeitona. Com a aquisição de mais azeitonas a outros produtores locais, o grupo pretende transformar na presente campanha um total de 32 mil toneladas de azeitona, o que redundará na produção de 5.200 toneladas de azeite.
O azeite produzido pelo lagar da Herdade do Sobrado será depois comercializado a granel, com perto de 80% da produção a dirigir-se ao mercado externo (nomeadamente para Espanha e Itália), enquanto que os restantes 20% ficam no mercado português, destinando-se, sobretudo, aos grupos que detêm as marcas Oliveira da Serra e Gallo. Ao todo, os responsáveis pelo Grupo Âncora esperam facturar 11 milhões de euros com a venda de azeite na campanha 2011-2012.
O projecto do Grupo Âncora no Baixo Alentejo arrancou há meia dúzia de anos, tendo já investido 33,5 dos 38 milhões de euros previstos para a área agrícola. Por sua vez, no sector industrial a empresa já realizou 5,1 milhões de euros dos 10 milhões de euros de investimento previsto, sendo o próximo passo a ampliação do lagar. Ao todo, o Programa de Desenvolvimento Rural (Proder) apoiou este projecto em 5,2 milhões de euros, mas o grupo ainda tem por receber 3,8 milhões de euros do pacote de apoios comunitários.
Actualmente, o Grupo Âncora emprega 75 pessoas (52 na componente agrícola, mais 15 no sector industrial e oito na área administrativa), além de proporcionar perto de 25 mil jornas anuais para trabalhadores eventuais.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
18:55, Quarta-feira, 26 de Junho de 2020
davinder singh
Boa Tarde
Somos uma empresa de serviços de agricultura nome Singh&Singh Lda Nif:513849475 , gostaria mos de saber se teem necessidade de trabalhadores para colheitas , limpezas de plantas dispomo-mos de 50 trabalhadores nacionalidade Nepalense ,Indiana e Bagladesh , se possivel um contacto vosso para poder mos agendar uma marcação .
cumprimentos
sócio-gerente:-Davinder Singh
contacto:920082211

07h00 - quarta, 12/08/2020
Seca no Parque Natural
do Sudoeste Alentejano
preocupa autarcas
Os presidentes das câmaras municipais de Odemira, Sines, Aljezur e Vila do Bispo manifestaram-se preocupados com a seca que afecta as bacias do Mira e do Barlavento algarvio, exigindo "a elaboração de planos de contingência" para fazer face a uma situação que "tende a agravar-se".
07h00 - quarta, 12/08/2020
Castro Verde: Presidente da Assembleia Municipal renuncia ao cargo
A presidente da Assembleia Municipal de Castro Verde, Ana Paula Baltazar, eleita pela CDU, apresentou a sua renúncia ao cargo e ao mandato de vogal neste órgão na noite desta terça-feira, 11, em sessão extraordinária da Assembleia.
07h00 - quarta, 12/08/2020
CM Ourique faz obras nos balneários
do pavilhão da EB 2,3/ Secundária
A Câmara de Ourique está a proceder a obras no interior e na cobertura dos balneários do pavilhão da Escola Básica (EB) 2,3/ Secundária local, num investimento avaliado em cerca de 23 mil euros.
12h00 - terça, 11/08/2020
Regantes do Roxo querem
água a preço "mais justo"
Os regantes beneficiados pelo perímetro de rega do Roxo, no concelho de Aljustrel, defendem um "ajustamento" do preço cobrado pela água do Alqueva, por forma a garantir a "rentabilidade" das explorações agrícolas.
07h00 - terça, 11/08/2020
Autarca de Ourique exige
rapidez na ligação entre
o Roxo e Monte da Rocha
O presidente da Câmara Municipal de Ourique, Marcelo Guerreiro, insiste na necessidade de o projecto de ligação da albufeira do Monte da Rocha, situada no concelho, ao Alqueva avançar "o mais rapidamente possível".

Data: 07/08/2020
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial