06h45 - sexta, 16/12/2011

Avenida marginal de Alcácer do Sal vai ter obras de 2,3 milhões de euros

Avenida marginal de Alcácer do Sal vai ter obras de 2,3 milhões de euros

As obras de requalificação da avenida marginal de Alcácer do Sal, já com visto favorável do Tribunal de Contas, vão acabar com as descargas dos esgotos para o rio Sado, sendo encaminhados para tratamento, revelou hoje o município.
Em comunicado enviado à Agência Lusa, a Câmara de Alcácer do Sal, responsável pelo projecto, explica que a obra prevê "a criação de condições para encaminhar os esgotos para tratamento, deixando estes de ser descarregados no rio Sado".
Integrado no Programa de Regeneração Urbana de Alcácer do Sal (RUAS), a intervenção prevê um investimento a rondar os 2,3 milhões de euros, comparticipados em 80 por cento por fundos comunitários, através do Programa Operacional Regional do Alentejo (InAlentejo).
De acordo com a autarquia, os trabalhos, que abrangem toda a frente ribeirinha de Alcácer do Sal, numa área total de 34 mil metros quadrados, envolvem também "a reformulação dos espaços públicos e das infra-estruturas, nomeadamente de abastecimento de água e saneamento".
Com um prazo de execução de um ano, a obra prevê ainda a criação de espaços verdes e de estacionamento, esplanadas, um novo edifício para Posto de Turismo e uma escola de actividades náuticas, revela o município.
Esta é a segunda grande intervenção do programa RUAS, sendo que a primeira arrancou no início de Novembro passado, com as obras de requalificação no Largo dos Açougues, na zona alta da cidade, junto ao castelo, tendo um custo global de 700 mil euros.
Estes trabalhos pretendem dar melhores condições aos habitantes daquela zona da cidade, nomeadamente em termos de qualidade da fibra óptica, dos telefones, da electricidade e dos esgotos, segundo o presidente do município, o socialista Pedro Paredes.
O autarca já indicou que o Programa RUAS previa ainda uma terceira intervenção, também junto ao castelo, mas que não passou da fase de projecto, porque não havia dinheiro para a realizar actualmente.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - quarta, 12/08/2020
Seca no Parque Natural
do Sudoeste Alentejano
preocupa autarcas
Os presidentes das câmaras municipais de Odemira, Sines, Aljezur e Vila do Bispo manifestaram-se preocupados com a seca que afecta as bacias do Mira e do Barlavento algarvio, exigindo "a elaboração de planos de contingência" para fazer face a uma situação que "tende a agravar-se".
07h00 - quarta, 12/08/2020
Castro Verde: Presidente da Assembleia Municipal renuncia ao cargo
A presidente da Assembleia Municipal de Castro Verde, Ana Paula Baltazar, eleita pela CDU, apresentou a sua renúncia ao cargo e ao mandato de vogal neste órgão na noite desta terça-feira, 11, em sessão extraordinária da Assembleia.
07h00 - quarta, 12/08/2020
CM Ourique faz obras nos balneários
do pavilhão da EB 2,3/ Secundária
A Câmara de Ourique está a proceder a obras no interior e na cobertura dos balneários do pavilhão da Escola Básica (EB) 2,3/ Secundária local, num investimento avaliado em cerca de 23 mil euros.
12h00 - terça, 11/08/2020
Regantes do Roxo querem
água a preço "mais justo"
Os regantes beneficiados pelo perímetro de rega do Roxo, no concelho de Aljustrel, defendem um "ajustamento" do preço cobrado pela água do Alqueva, por forma a garantir a "rentabilidade" das explorações agrícolas.
07h00 - terça, 11/08/2020
Autarca de Ourique exige
rapidez na ligação entre
o Roxo e Monte da Rocha
O presidente da Câmara Municipal de Ourique, Marcelo Guerreiro, insiste na necessidade de o projecto de ligação da albufeira do Monte da Rocha, situada no concelho, ao Alqueva avançar "o mais rapidamente possível".

Data: 07/08/2020
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial