09h03 - terça, 27/12/2011

Assembleia Municipal de Beja vota hoje Orçamento da Câmara para 2012

Assembleia Municipal de Beja vota hoje Orçamento da Câmara para 2012

A Assembleia Municipal de Beja vai analisar e votar nesta terça-feira, 27, o orçamento da Câmara Municipal para 2012. O documento, que foi aprovado na Câmara com os votos do PS e a oposição dos três vereadores comunistas, tem inscritas verbas de 38,5 milhões de euros e, segundo o presidente da autarquia, apresenta "grande austeridade" e é "o mais limitativo dos últimos anos" porque pretende reequilibrar as finanças do município como "desafio urgente".
O orçamento, é "muito condicionado, de grandes restrições e de grande austeridade". E, acrescenta Jorge Pulido Valente, "representa um desafio à gestão" – "Vai ser um orçamento altamente exigente em termos de implementação e vai obrigar a um rigor na gestão para que se consigam atingir os objectivos", frisou.
Segundo o autarca, o "peso das facturas e dos compromissos de 2008 e 2009", quando a autarquia era gerida pelo anterior executivo CDU, "recabimentação elevada, cortes nas transferências do Estado, quebra de receitas, novas regras impostas pelo Estado e encargos fixos demasiado elevados" condicionaram o orçamento do município para 2012.
Recorde-se que, na Assembleia Municipal de Beja, a CDU tem maioria absoluta e, depois da posição assumida na Câmara, prevê-se que o documento seja "chumbado".
"Se a oposição tiver sentido de responsabilidade" vai deixar "passar" o orçamento na Assembleia Municipal de Beja, porque, "se não o fizer põe em causa alguns projectos que são essenciais", disse.
PS e CDU elegeram o mesmo número de deputados à Assembleia Municipal de Beja, nove cada, mas, devido às inerências de funções dos presidentes das juntas de freguesia do concelho, a CDU ficou com 20 deputados municipais, o PS com 15, o PSD com três e o BE com um.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - quarta, 12/08/2020
Seca no Parque Natural
do Sudoeste Alentejano
preocupa autarcas
Os presidentes das câmaras municipais de Odemira, Sines, Aljezur e Vila do Bispo manifestaram-se preocupados com a seca que afecta as bacias do Mira e do Barlavento algarvio, exigindo "a elaboração de planos de contingência" para fazer face a uma situação que "tende a agravar-se".
07h00 - quarta, 12/08/2020
Castro Verde: Presidente da Assembleia Municipal renuncia ao cargo
A presidente da Assembleia Municipal de Castro Verde, Ana Paula Baltazar, eleita pela CDU, apresentou a sua renúncia ao cargo e ao mandato de vogal neste órgão na noite desta terça-feira, 11, em sessão extraordinária da Assembleia.
07h00 - quarta, 12/08/2020
CM Ourique faz obras nos balneários
do pavilhão da EB 2,3/ Secundária
A Câmara de Ourique está a proceder a obras no interior e na cobertura dos balneários do pavilhão da Escola Básica (EB) 2,3/ Secundária local, num investimento avaliado em cerca de 23 mil euros.
12h00 - terça, 11/08/2020
Regantes do Roxo querem
água a preço "mais justo"
Os regantes beneficiados pelo perímetro de rega do Roxo, no concelho de Aljustrel, defendem um "ajustamento" do preço cobrado pela água do Alqueva, por forma a garantir a "rentabilidade" das explorações agrícolas.
07h00 - terça, 11/08/2020
Autarca de Ourique exige
rapidez na ligação entre
o Roxo e Monte da Rocha
O presidente da Câmara Municipal de Ourique, Marcelo Guerreiro, insiste na necessidade de o projecto de ligação da albufeira do Monte da Rocha, situada no concelho, ao Alqueva avançar "o mais rapidamente possível".

Data: 07/08/2020
Edição n.º:

Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial