08h41 - quarta, 28/03/2012

Jovem de Castro Verde falecido em Lloret del Mar já foi autopsiado

Jovem de Castro Verde falecido em Lloret del Mar já foi autopsiado

Os médicos forenses concluíram esta terça-feira, 27, ao final da tarde, a autópsia do jovem de Castro Verde de 17 anos que morreu domingo, 25, em Lloret de Mar (Espanha) e o corpo deverá ser libertado em breve, confirmou fonte policial.
Depois de concluído este processo, explicou fonte ligada ao processo à Lusa, falta ainda terminar algumas tramitações obrigatória antes que o corpo possa ser libertado para a sua transladação para Portugal.
A informação sobre as investigações policiais e sobre os resultados da autópsia estão ainda em segredo de justiça, devendo a causa de morte ser incluída na certidão de óbito que acompanhará depois o corpo quando for transferido para Portugal.
Fonte consular português explicou à Lusa que as autoridades portuguesas estão a acompanhar todo o caso, procurando que as autoridades espanholas agilizem os processos burocráticos pendentes.
O consulado ajuda na parte burocrática da transferência e os custos serão assumidos pela seguradora da agência de viagens responsável pela viagem do grupo de alunos da Escola Secundária de Castro Verde que integrava a vítima.
Fonte policial tinha confirmado à Lusa que o inquérito policial preliminar sobre a morte do jovem de 17 anos foi entregue ao juiz de instrução ao final da manhã que posteriormente ordenou a autópsia.
O jovem, de 17 anos, morreu após ter caído da janela do quinto andar do empreendimento hoteleiro em que estava alojado, em Lloret de Mar, onde estava em viagem de finalistas do 12º ano da Escola Secundária de Castro Verde, com outros 21 colegas.
Na segunda-feira, fonte policial explicou à Lusa que as duas hipóteses avaliadas pelos investigadores apontavam para uma queda acidental ou de suicídio.
Os investigadores "descartam a hipótese de uma morte violenta, de origem criminosa" ou que se tenha tratado de um caso de <i>balconing</i>, prática de jovens que se atiram das janelas e varandas dos hotéis para as piscinas.
Os colegas do jovem já estão em casa, após terem regressado a Portugal na segunda-feira à noite, em dois voos provenientes de Barcelona, sendo que as viagens de 20 deles foram pagas pelo Município de Castro Verde.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h49 - terça, 16/10/2018
Nova exposição
em Castro Verde
O Fórum Municipal de Castro Verde recebe a partir desta terça-feira, 16 de Outubro, a exposição "Castro Verde, Identidade e Memória: IV Séculos de Registos", que tem por base registos do Arquivo Distrital de Beja.
07h00 - terça, 16/10/2018
Odemira celebra Dia
da Responsabilidade Social
A Câmara de Odemira promove nesta terça-feira, 16 de Outubro, o Dia da Responsabilidade Social, dinamizado no âmbito do Ser Responsável-Programa de Responsabilidade Social das Empresas do Concelho de Odemira.
07h00 - terça, 16/10/2018
Obra do novo Palácio
de Justiça de Beja avança
Foi publicado nesta segunda-feira, 15, o despacho da secretária de Estado Adjunta e da Justiça, Helena Ribeiro, que autoriza o Instituto de Gestão Financeira e Equipamentos da Justiça (IGFEJ) a avançar com o procedimento de concurso para a construção do novo Palácio de Justiça de Beja, investimento avaliado em quatro milhões de euros.
07h00 - segunda, 15/10/2018
Obras para minimizar
poeiras em Aljustrel
A Almina–Minas do Alentejo, proprietária das minas de Aljustrel, vai avançar com novas medidas de minimização da dispersão de poeiras, nomeadamente na zona da britagem de superfície e da lavaria na sua área industrial, localizada a oeste da "vila mineira".
07h00 - segunda, 15/10/2018
Aljustrel: Saúde sem registo de alterações
O presidente da Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo garante que não se têm verificado "alterações nem aumento da procura" dos serviços de Saúde por parte da população de Aljustrel nas patologias que podem ser ligadas à questão da qualidade do ar.

Data: 12/10/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial