08h36 - quarta, 11/04/2012

Empresa Laranjinha, de Sines, acusada por sindicato de fazer "lock out"

Empresa Laranjinha, de Sines, acusada por sindicato de fazer "lock out"

Um sindicato apresentou esta terça-feira, 10, à Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) uma queixa contra a empresa Laranjinha, de Sines, acusando-a de fazer <i>lock out</i>, ao parar ilegalmente a actividade e impedir o acesso dos trabalhadores.
"Apresentámos uma queixa na delegação de Beja da ACT contra a empresa" Laranjinha, porque "está a fazer <i>lock out</i>", o que "viola" a Constituição e o Código do Trabalho, disse à Lusa Helena Cardoso, do Sindicato dos Trabalhadores da Agricultura e das Indústrias de Alimentação, Bebidas e Tabacos de Portugal.
Segundo a sindicalista, a empresa, que comercializa peixe fresco e congelado, "está a fazer <i>lock out</i>", porque "paralisou ilegalmente a actividade" e, desde segunda-feira, 9, está a "impedir o acesso dos trabalhadores ao local de trabalho".
Após um período de férias, que decorreu entre 28 de Fevereiro e domingo, os 34 trabalhadores da Laranjinha apresentaram-se na segunda-feira ao trabalho e encontraram a empresa "fechada".
Na tarde de terça-feira a gerência da Laranjinha reuniu-se com os trabalhadores e durante a reunião entregou-lhes "um papel para irem para o desemprego, que não tem qualquer fundamento e é ilegal", contou Helena Cardoso.
Durante a reunião, acrescentou, a gerência da Laranjinha "convidou" os trabalhadores, que têm o salário de Março e o subsídio de férias de 2011 "em atraso", a "despedirem-se", através da rescisão dos respectivos contratos de trabalho.
Segundo Helena Cardoso, a empresa Laranjinha já apresentou este ano, em tribunal, dois pedidos de insolvência, sendo que o primeiro foi negado e o segundo aguarda decisão judicial.
A Lusa tentou sem sucesso contactar a gerência da Laranjinha.


COMENTÁRIOS

* O endereço de email não será publicado
07h00 - sexta, 20/04/2018
"Fixação de pessoas é o maior desafio de Almodôvar"
O presidente da Câmara de Almodôvar, falou ao "CA" sobre os desafios que se colocam ao concelho, assim como sobre as inúmeras obras que a autarquia tem em desenvolvimento ou pretende concretizar.
09h00 - quinta, 19/04/2018
25 de Abril debatido
na vila de Ourique
O general Manuel Monge, que foi o último governador civil de Beja, e Carlos Beato, militar de Abril e ex-presidente da Câmara de Grândola, vão estar nesta quinta-feira, 19, em Ourique para falar sobre o 25 de Abril.
07h00 - quinta, 19/04/2018
Bastonário dos
Advogados em Beja
O bastonário da Ordem dos Advogados (OA), Guilherme Figueiredo, vai estar nesta quinta-feira, 19 de Abril, em Beja, onde no âmbito da iniciativa "Bastonato de Proximidade" vai reunir com os advogados da região para conhecer a realidade da advocacia local.
07h00 - quinta, 19/04/2018
EMAS Beja fechou 2017
com contas "no vermelho" (ACT.)
A Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMAS) de Beja fechou o ano de 2017 com um resultado líquido negativo.
07h00 - quarta, 18/04/2018
Sucesso escolar
debatido em Ourique
A Câmara de Ourique, em parceria com o Agrupamento de Escolas de Ourique, promove nesta quarta e quinta-feira, dias 18 e 19 de Abril, o seminário "Práticas Educativas para a Promoção do Sucesso Escolar".

Data: 20/04/2018
Edição n.º:
Contactos - Publicidade - Estatuto Editorial